in

ELEIÇÕES

legislacao-eleitoral-no-contexto-pandemico-democracia-x-saude-jno
Publicidade
detran-jno

Neste domingo, dia 15, é a data das eleições municipais, que ocorrem em horário ampliado: das 7 horas às 17 horas. Importante destacar que entre 7h e 10h é preferencial para pessoas acima de 60 anos. Será obrigatório o uso de máscaras, além da recomendação para cada eleitor levar a própria caneta, uma vez que é necessário assinar documento. Haverá canetas disponíveis, mas é bom evitar o uso compartilhado.

TÍTULO

Não é necessário levar o título de eleitor, podendo ser documento com foto. Mas o título é melhor, pois nele constam informações como a zona e a seção eleitoral. Este ano tem ainda o aplicativo para telefones celulares (e-Título), disponível na Google Play Store e Apple Store. É possível, inclusive, justificar a ausência da votação pelo App, não necessitando a ida presencial. Tudo por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). SEM

LEI SECA

O estado de São Paulo não terá restrições ao consumo e à comercialização de bebidas alcoólicas no primeiro e segundo turnos das eleições municipais que ocorrem nos dias 15 e 29 de novembro. A Lei Seca não é aplicada no estado desde o ano de 2008, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP).

FISCALIZAÇÃO

A Secretaria de Segurança Pública-SP informou que continuará realizando pontos de bloqueio para a fiscalização da Lei Seca no trânsito, podendo autuar motoristas por consumo de álcool, recusa ao teste do bafômetro ou por dirigir embriagado ou sob o efeito de álcool. Bancos O vereador Natal Junqueira de Araújo, o Paraná Gás (PSDB), fez requerimento pedindo informações ao Procon a respeito das medidas adotadas em relação às agências do Banco do Brasil e Bradesco, em razão de deficiências apontadas por usuários das instituições. Relatos de munícipes dão conta de dificuldades com depósitos nos caixas eletrônicos, não aceitando alguns tipos de notas de dinheiro, antigas e novas.

POSTOS

Está na pauta da sessão da Câmara de Nova Odessa da próxima segunda-feira, dia 16, a redação final do projeto do vereador Elvis Ricardo Garcia, o Pelé (PSDB), que cassa o alvará de funcionamento dos postos em que ocorram adulteração de combustíveis e defraudação de quantidade abastecida. A propositura foi aprovada algumas semanas atrás e agora vai a plenário para o texto final, depois aguardando a sanção do Poder Executivo.