Animais soltos em vias públicas motivam requerimento

Vereadora Carol Moura pede à Prefeitura medidas para evitar equinos e bovinos em ruas

A vereadora Carol Moura (Podemos) teve aprovado, na sessão da Câmara de Nova Odessa realizada na segunda-feira (dia 12), um requerimento no qual solicita informações da Prefeitura sobre as medidas que podem ser adotadas para evitar a circulação de animais de grande porte nas vias públicas, principalmente equinos e bovinos. A preocupação é com os riscos e a ocorrência de acidentes nos locais.

A parlamentar cita como exemplo o caso acontecido em 14 de julho, de uma colisão entre um carro e um cavalo que circulava em plena Avenida Ampelio Gazzetta. Um casal sofreu ferimentos leves depois de atropelar o animal, que acabou falecendo na hora, durante a madrugada. “Já tivemos esse e outros acidentes. Então medidas precisam ser tomadas”, argumenta Carol Moura.

Revendo a legislação sobre a posse de animais, com a finalidade de propor mudanças, a vereadora verificou a existência de duas leis específicas que tratam da matéria: nº 3.206, de 20 de setembro de 2018, que dispõe sobre o Estatuto de Defesa, Controle e Proteção dos Animais no Município; e nº 1.912, de 22 de maio de 2003, que trata da apreensão, depósito e destinação de animais.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

“Os proprietários desses animais precisam ser responsabilizados por esses acidentes, porque podem causar mortes”, acrescenta Carol Moura. “Tem que se tornar algo executável e fiscalizado na cidade”, completa a vereadora. Além da Prefeitura, através do Setor de Zoonoses, a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros Voluntários de Nova Odessa costumam atender aos chamados.

Em resposta a requerimento anterior, o Poder Executivo informou à Câmara que o Setor de Zoonoses realizou a apreensão de seis equinos em 2018 e até março de 2019 já eram nove animais. A Administração Municipal comunicou ainda que não ocorre a aplicação de multa aos proprietários, mas sim a cobrança de uma taxa para aqueles que querem reaver os animais apreendidos pelo poder público.