Alunos de Nova Odessa têm ‘aula’ de sustentabilidade na Sala Verde Novas Sementes

Em explanações lúdicas de aproximadamente 45 minutos, o secretário-executivo do Consimares apresentou técnicas e práticas sustentáveis que podem ser adotadas no cotidiano dos estudantes, seus familiares e amigos

A preservação do meio ambiente exige ações diárias incorporadas ao cotidiano de cada um. Essa foi a mensagem passada pelo secretário-executivo do Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos), Fábio Orsi, em palestras ministradas para mais de 300 estudantes da rede municipal de Nova Odessa. Frutos da parceria do órgão com as secretarias de Educação e de Meio Ambiente, os encontros ocorreram na Sala Verde Novas Sementes ‘Nilson Ferreira de Brito’, que funciona na Emefei (Escola Municipal de Ensino Fundamental e Ensino Infantil) ‘Professora Augustina Adamson Paiva’, no Jardim São Francisco, e fazem parte do Programa Municipal de Educação Ambiental.

Com o tema “Difusão e capacitação de técnicas de boas práticas sustentáveis em energia, alimentação e habitação”, o ciclo de palestras teve início em 28 de agosto e foi encerrado na última quinta-feira (5). As atividades envolveram alunos de 9 e 10 anos de idade das Emefeis Augustina Paiva e Paulo Azenha, localizada na Vila Azenha.

Em explanações lúdicas de aproximadamente 45 minutos, o secretário-executivo do Consimares apresentou técnicas e práticas sustentáveis que podem ser adotadas no cotidiano dos estudantes, seus familiares e amigos. “Foi uma experiência muito produtiva e muito divertida. Todos interagiram bastante e compartilharam situações vivenciadas em suas casas”, comentou Orsi. Durante as palestras, ele conversou com os alunos sobre medidas simples como economia de água, energia e descarte correto de lixo.

Segundo a professora Meria Brito de Jesus, uma das interlocutoras do Programa Município VerdeAzul (criado em 2007 pelo Governo do Estado para estimular e auxiliar as prefeituras na elaboração e execução de políticas públicas para o desenvolvimento sustentável), as palestras foram voltadas às crianças, para que elas atuem como multiplicadoras.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

“Tudo que elas aprendem nesse tipo de atividade, em alguma medida, é compartilhado com pessoas próximas, como os pais, irmãos, primos e vizinhos. Essa rede multiplicadora é muito importante para que possamos conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação”, explicou a professora, que coordena o IEC (Informação, Educação Comunicação), órgão vinculado às secretarias de Educação e Saúde e responsável pela coordenação de ações interdisciplinares no município.

A professora explicou que o Programa de Educação Ambiental aborda diferentes eixos de estudos, tanto para educação formal como não formal, respeitando a faixa etária de cada público. Além dos alunos, a iniciativa chega a outros públicos, como a melhor idade.

“Nosso Programa Municipal de Educação Ambiental é norteado pelas diretivas do Programa Município VerdeAzul. O trabalho é todo voltado a ações que despertem a consciência para as questões que interferem no meio ambiente. E nessa luta apostamos que as crianças serão agentes transformadores para mudar nosso planeta, acrescentou a diretora de Meio Ambiente da Prefeitura de Nova Odessa, Aryhane Massita.