Idosos recebem orientações sobre descarte correto de lixo em Nova Odessa

A importância da coleta seletiva e da destinação correta de resíduos foi tema de palestra ministrada na última quinta-feira (31) a integrantes do grupo da Melhor Idade do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) do Jardim das Palmeiras. A atividade faz parte do ciclo 2020 do Programa Municipal de Educação Ambiental, dentro do Município VerdeAzul, programa criado pelo governo estadual para estimular e auxiliar as prefeituras na elaboração e execução de políticas públicas para o desenvolvimento sustentável.

De acordo com a professora Meria Brito de Jesus, uma das interlocutoras do programa, a atividade teve como objetivo orientar os idosos e transformá-los em multiplicadores de práticas sustentáveis na cidade. “Nós já desenvolvemos a educação ambiental no âmbito escolar. Agora, sentimos a necessidade de sensibilizar o público da melhor idade, pois eles convivem com crianças, jovens e adultos e podem facilmente ser nossos interlocutores de práticas e ideias, influenciando a mudança de hábitos nos contextos familiar e social”, explica a professora, que coordena o IEC (Informação, Educação e Comunicação), órgão vinculado às secretarias de Educação e Saúde.

Durante a conversa, realizada no Cras, os idosos se mostraram preocupados com o meio ambiente e interessados em contribuir com a preservação. “Eu fiscalizo mesmo e, quando é preciso, ligo na Prefeitura e peço para fazerem a limpeza, porque tenho medo de ser picada pelo Aedes aegypti. Infelizmente, muita gente ainda joga objetos em terrenos, colaborando para a proliferação do mosquito”, comentou a dona de casa Margarida de Souza Serrão.

Os idosos receberam orientações sobre os resíduos que devem ser separados do lixo doméstico, como óleo de cozinha usado, materiais recicláveis, móveis, folhas e podas de árvore; os locais adequados para o descarte; e o uso correto dos 100 contêineres de lixo espalhados pela cidade, nos quais não podem ser depositados resíduos como restos de construção, galhos, eletrodomésticos e animais mortos.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Foi a terceira atividade envolvendo a Melhor Idade do Cras Palmeiras nos últimos três meses. No final de agosto, eles conheceram a estrutura sustentável do Cmei (Centro Municipal de Educação Infantil) ‘Profº. José Mário Moraes’, no Jardim Santa Rita 2. Em setembro, o grupo visitou a ‘nascente modelo’ do município, no sítio Piraju. A mina é uma das principais afluentes do Sistema Lopes, um dos dois utilizados no abastecimento da cidade, e se tornou um símbolo da recuperação hídrica novaodessense após a grave crise dos anos de 2014 e 2015. As ações são desenvolvidas por meio de parceria entre as secretarias de Educação e Meio Ambiente e o Departamento de Gestão e Promoção Social.

ONDE DEPOSITAR. A Prefeitura de Nova Odessa mantém pontos fixos para descarte de materiais recicláveis – os LEVs (locais de entrega voluntária) – no próprio Parque Ecológico Izidoro Bordon, localizado no Jardim Europa, e no Bosque Manoel Jorge, no Jardim Santa Rosa. Já o descarte de entulho, móveis e vegetação deve ser feito no Ecoponto, que fica na Rua Vilhelms Rosenbergs, s/nº, no Jardim Monte das Oliveiras.

Já pilhas e baterias podem ser depositadas em contentores de pilhas e baterias instalados no Ecoponto, Bosque Manoel Jorge (Jardim Santa Rosa), Parque Ecológico ‘Isidoro Bordon’ (Jardim Europa), Paço Municipal (Centro), Etec ‘Ferrucio Humberto Gazzetta (Jardim Alvorada), UBS V (Jardim Alvorada), Secretaria de Educação (Centro), CAS do São Jorge, escola ‘Augustina Adamson Paiva’ (São Francisco), ginásio de esportes do Santa Luiza, Garagem Municipal (Parque Industrial Fritz Berzin) e no ginásio do São Manoel.