in

ANÚNCIO

tiago-lobo-carla-lucena-leitinho-e-antonio-arquivam-investigacao-contra-polaco-que-foi-preso-por-corrupcao-jno
Publicidade
detran-jno

O prefeito eleito em Nova Odessa, Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD), agradeceu a cortesia do atual chefe do Executivo, Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB), em ceder o anfiteatro da Prefeitura para o anúncio dos nomes dos futuros secretários, secretários-adjunto e diretores. Na sexta-feira (18) Leitinho divulgou em entrevista coletiva os integrantes da futura equipe de trabalho, do governo que iniciará em 1º de janeiro de 2021.

PERFIL

“Eu não posso errar, porque a população quer mudança”, destacou Leitinho. O prefeito eleito jogou pra si uma responsabilidade grande e afirma que o Secretariado será composto majoritariamente pelo perfil técnico. “São poucos políticos. A maioria, pessoas técnicas”, garante. Segundo ele, trata-se de uma exigência popular e para que possa “andar de cabeça erguida na rua” e proporcionar “orgulho” aos novaodessenses.

NOMES

Alguns dos nomes anunciados por Leitinho são de ex-integrantes das duas últimas gestões do ex-prefeito Manoel Samartin (2005-2012). Outros, de pessoas que tinham ligação com o PT (Partido dos Trabalhadores) em Nova Odessa e Americana, que agora migraram ao PSD do prefeito. Têm também alguns advindos de cidades de fora, principalmente Hortolândia, do prefeito reeleito Ângelo Perugini (PSD). E ainda algumas novidades no cenário local.

SUPLENTE

Eleito 1º suplente de vereador pelo Democratas (DEM) em Nova Odessa, Franco Julio Felippe fez uma postagem em rede social na sexta-feira (18) após imprimir o diploma disponibilizado pela Justiça Eleitoral. Agradecendo aos 499 votos recebidos, Franco ressaltou as contas de campanha aprovadas e escreveu: “Podem ter certeza, tendo a oportunidade de assumir e mesmo que por um curto período farei o meu melhor”.

ASSUME

A fala de Franco dá margem a interpretações, uma vez que analisando o cenário eleitoral, são remotas as chances de assumir a cadeira de vereador. Isso porque os dois eleitos pelo DEM, Oséias Domingos Jorge e Levi Tosta, são do grupo concorrente ao do prefeito eleito, Leitinho (PSD). Somente se um dos dois se licenciasse da Câmara para assumir cargo de secretário na Prefeitura a cadeira iria vagar. Ou, claro, afastamento por motivos médicos.

PRESENTE

Carol Moura informou por redes sociais que deixa para a política local um ‘presente de Natal’ ao futuro prefeito: R$ 150 mil, recurso intermediado junto ao deputado estadual Delegado Bruno Lima (PSL). Em junho, a vereadora renunciou ao mandato horas antes da sessão em que poderia ser cassada, após Comissão Processante da Câmara a investigar por causa do processo criminal de tentativa de furto em loja de shopping em Campinas.