,

Preto e branco

Com o avanço da tecnologia e os problemas que vêm atingindo o Brasil na área econômica nos últimos anos, antigos e tradicionais hábitos estão deixando de fazer parte da rotina das pessoas, em especial a nova geração.

Muitos periódicos adotaram o sistema de diminuir o tamanho dos jornais, passando do formato Standard para os reduzidos tablóide ou o germânico. Tudo visando economia. Com o Jornal de Nova Odessa a realidade não é diferente. Nós também sofremos com as dificuldades do atual cenário econômico. Por isso a direção tomou medidas em relação ao jornal que circula há mais de 25 anos em nossa cidade.

De acordo com Pesquisa Brasileira de Mídia, encomendada pela Secom (Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República) ao Ibope em janeiro deste ano, os jornais impressos estão na liderança de confiança dos brasileiros como meio de comunicação, mesmo com a crescente migração de leitores para as redes sociais. E para manter o compromisso de levar até o leitor notícias de credibilidade, o Jornal de Nova Odessa precisa se adaptar ao atual cenário.

Além dos novos hábitos, a atual crise financeira que passa o País exigiu que o JNO adotasse a partir deste mês de dezembro o preto e branco em suas páginas nas edições impressas de terças e quintas-feiras. A edição impressa de sábado continua com páginas coloridas. Trocando o colorido pelo preto e branco o Jornal de Nova Odessa mantém o seu preço estável para venda, sem reajuste, evitando assim onerar o leitor, que certamente também enfrenta os problemas atuais com a situação financeira sem estabilidade.

A direção do Jornal de Nova Odessa reafirma o compromisso de levar a notícia com qualidade. A confiabilidade permanece a mesma. Juntos avançaremos registrando a história de Nova Odessa, dos nossos leitores, colaboradores e amigos.