HERÓIS QUE PORTAM GIZ

Estamos acostumados a enxergar os heróis como sendo àqueles que possuem algum poder sobrenatural ou como super-humanos. No entanto, diferentemente dos heróis da Tevê, dos filmes ou seriados, os heróis de verdade, os da “vida real”, não são super-humanos detentores de “poderes especiais”.

Esses heróis não possuem poderes como visão de “raio-X”, não portam espadas, armadura ou capa. São seres humanos como nós, mas que através do giz transmitem conhecimento e tem o poder de transformar aqueles que os ouvem em um ser humano melhor.

Afinal já dizia Pitágoras, “eduquem as crianças e não será necessário castigar os homens”. De certo modo, essa citação vem ao encontro dos ensinamentos dispostos no Livro da Vida, a Bíblia Sagrada, na qual há a seguinte frase: “Eduque a criança no caminho em que deve andar e até o fim da vida não se desviará dele”.

Logo, dúvidas não há que é somente através da educação que se pode sonhar com um amanhã melhor, mais justo, mais ético e colorido. E não há como se falar em educação sem pensar em professores. Assim como não há justiça sem operadores que apliquem as leis, tal qual não há educação sem professores. Afinal, uma escola não se constrói apenas com tijolos e vigas, mas, sobretudo, com professores, com pessoas comprometidas com o ensino.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Pessoas essas que não portam espadas como os heróis fruto do imaginário humano, não voam e quiçá são a prova de balas, porém através do “giz” conquistam o território da alma, não apenas informando, mas formando aqueles que os ouvem em um ser humano melhor. Se é verdade que heróis existem, dúvidas não há que esses possuem nome e sobrenome. Esses não são outros senão cada professor que se encontra espalhado pelo Brasil afora.

Por Lucas Peres TorrezanAdvogado e Professor de Direito