in

Vigilância Sanitária e Guarda Municipal fazem fiscalização noturna em bares de Nova Odessa

A ação ocorreu na noite de sexta-feira (19) e contou com apoio da Guarda Civil Municipal

vigilancia-sanitaria-e-guarda-municipal-fazem-fiscalizacao-noturna-em-bares-de-nova-odessa-jno
Publicidade
detran-jno

Horas depois de o município registrar o recorde de casos do novo coronavírus em 24 horas, com seis infectados além de uma morte, a Vigilância Sanitária de Nova Odessa realizou uma operação de orientação e fiscalização em bares de várias regiões da cidade. A ação ocorreu na noite de sexta-feira (19) e contou com apoio da Guarda Civil Municipal.

Em quase três horas de blitz, 16 bares foram flagrados em desacordo com o plano de reabertura gradual do comércio do Governo do Estado (Plano São Paulo), que enquadrou a RMC (Região Metropolitana de Campinas) na fase laranja, na qual bares e restaurantes não podem reabrir e devem atender no sistema de delivery (entrega em domicílio).

As infrações aos decretos municipal e estadual foram registradas no Jardim São Jorge, Vila Azenha Jardim Planalto, Jardim Santa Rosa e Centro. De acordo com a Vigilância Sanitária, todos estavam abertos e promovendo a aglomeração de consumidores.

“Encontramos clientes no balcão e na calçada, consumindo produtos comercializados pelos estabelecimentos. A maioria trabalhava com portões fechados, mas com pessoas do lado de fora. Dispersamos os frequentadores e orientamos os proprietários em relação à responsabilidade que eles têm por aglomerações tanto na área interna como externa”, comentou a diretora de Vigilância em Saúde, Priscilla Amaral Rangel Belmonte.

Também participaram da ação noturna as fiscais sanitárias Andréia Cassimiro e Alcione Rodrigues. O trabalho teve suporte da ROMU (Rondas Ostensivas Municipais), com os guardas Luciel, Rodrigo e Almeida, sob comando do diretor da Guarda Civil Municipal, Nilton César Alves, e do comandante da corporação, Benvindo Osmar.

Na sexta, Nova Odessa confirmou seis novos casos de Covid-19 e um óbito. O município contabiliza 71 infectados, incluindo nove mortos. O boletim divulgado pela Secretaria de Saúde ainda aponta 23 casos em investigação, entre eles uma morte, 74 negativos, 20 pacientes curados e 132 pessoas com gripe sendo monitoradas por profissionais da rede.