Vereador pede ampliação do horário de vacinação na UBS 1 de Nova Odessa

Parlamentar afirma que familiares de crianças pedem que horário seja estendido

O vereador Tiago Lobo (PCdoB) é autor de requerimento no qual pretende solicitar à Prefeitura de Nova Odessa, através da Secretaria de Saúde, informações sobre a possibilidade de aumento do horário de aplicação de vacinas na UBS (Unidade Básica de Saúde) 1, no Centro. De acordo com o parlamentar, o pedido é para ajudar os familiares a levarem as crianças para receber as doses.

“Algumas mães nos procuraram informando que o horário de funcionamento das salas de vacinação na UBS 1 tem sido das 8h às 9h30 e das 13h às 15h”, conta Tiago Lobo. “A dificuldade”, segundo o vereador, “é que essas mães têm de ir para o trabalho e também cumprir outras atividades”. “Como a UBS 2 está em reforma, a UBS 1 agora atende toda a região do Jardim São Jorge, Triunfo e Vila Azenha”, cita.

Tiago Lobo quer saber se a Secretaria de Saúde tem conhecimento do horário de vacinação na UBS do Centro e se há possibilidade de iniciar às 7h, para “facilitar a vida dos cidadãos”. Existem ainda as UBSs do Jardim São Francisco, do Jardim Marajoara, e as duas do Jardim Alvorada – a nova atende a pacientes do bairro e a antiga, a usuários da UBS 3 (São Manoel), que também está em reforma.

Na quinta-feira (dia 16) foram retomadas as aplicações das vacinas pentavalente e tríplice bacteriana (DTP), que estavam suspensas com a chegada de 700 doses repassadas pela Secretaria Estadual de Saúde. O município não recebia frascos dos dois imunobiológicos desde outubro do ano passado. Todas as UBSs do município funcionam das 7h às 16h.

A vacina pentavalente protege crianças aos 2, 4 e 6 meses de vida de difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e a influenza tipo B, responsável por meningite e infecções no nariz e na garganta. Já a tríplice bacteriana, contra difteria, tétano e coqueluche, é aplicada como reforço, aos 15 meses e aos 4 anos de idade, conforme o Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde.

O requerimento deve ser protocolado ainda esta semana na Câmara para a leitura, discussão e votação ocorrer durante a sessão do dia 3 de fevereiro, data em que retornam os trabalhos oficiais legislativos em Nova Odessa, com o fim do recesso entre final e início de ano. Em caso de aprovação, a Prefeitura tem prazo de 15 dias úteis para responder aos questionamentos elaborados pelo vereador.

Publicidade