in

Secretário de Governo, Marco Russo é assassinado com pelo menos 13 tiros

Veículo onde estava o homem forte da administração do prefeito Leitinho foi fechado por um outro carro, de onde desceu o executor, logo após o secretário sair do condomínio onde morava

secretario-de-governo-marco-russo-e-assassinado-com-pelo-menos-13-tiros-jno
Publicidade
detran-jno

secretario-de-governo-marco-russo-e-assassinado-com-pelo-menos-13-tiros-jno

Homem forte da administração do prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, o secretário de Governo, Marco Antônio Barion, popularmente conhecido como Russo, foi assassinado na manhã desta segunda-feira nas imediações do prédio onde residia, no Jardim Marajoara. O crime aconteceu por volta de 7h30 na Rua Guilherme Klavin. O carro de Russo foi fechado por um veículo branco, de onde desceu o executor. O secretário foi atingido por pelo menos 13 tiros. Após os disparos, o criminoso entrou novamente no carro – onde era aguardado por pelo menos mais uma pessoa – e fugiu rapidamente do local.

Câmeras de segurança nas proximidades filmaram o ocorrido e a polícia vai analisar as imagens na investigação. O atirador estava em um carro branco que fechou o veículo de Russo. O criminoso desceu do carro, fez os disparos e fugiu em seguida. Ainda não há hipóteses para a motivação do crime. Na manhã desta segunda-feira foi feita perícia no local. O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Piracicaba vai conduzir a investigação. Nas proximidades do local do crime os vizinhos relataram ter ouvido os tiros. Munições ficaram espalhadas pela rua e a área foi isolada para a perícia.

O prefeito Leitinho esteve no local do crime e, por meio de suas redes sociais, disse estar “arrasado” com o crime (leia mais abaixo). Por conta do assassinato do secretário de Governo, não houve expediente na Prefeitura de Nova Odessa nesta segunda-feira.  A esposa de Russo também esteve no local, mas não quis falar com a imprensa. A Câmara de Vereadores também decidiu adiar, para quarta-feira, a sessão ordinária que ocorreria ontem.

O carro de Russo ficou com marcas de tiros dos dois lados e também no vidro da frente. Foram identificados 13 disparos e a suspeita é de que pelo menos duas armas tenham sido usadas no crime. “Não dá para dizer se foi uma tentativa de roubo ou uma execução, ainda é muito primário para dar qualquer informação. O que podemos dizer é que um veículo passou ao lado do carro, realizou os disparos e fugiu para destino ignorado”, disse a capitão da Polícia Militar, Alessandra Cristina Siqueira Neves, que esteve no local. Ainda de acordo com ela, o executor usava um capuz quando desceu do carro.

Marco Russo era cientista social formado pela Unesp de Araraquara. Foi assessor parlamentar do ex-deputado Antonio Mentor (PT), secretário parlamentar do ex-deputado José Mentor (PT), coordenador de Governo da Prefeitura de Iracemápolis e secretário de Administração da Prefeitura de Artur Nogueira. Sua última atuação foi como assessor do vereador Professor Antonio (PSD), em Nova Odessa, até outubro do ano passado, quando deixou a assessoria para assumir a coordenação da equipe de transição do prefeito Leitinho.