in

‘Saúde deve ser um tema regional’, diz Bill em visita ao hospital municipal

Prefeito disse também que se ‘solidarizou’ com Omar Najar

Saúde deve ser um tema regional

Esta semana o prefeito de Americana, Omar Najar (PMDB) se disse “chocado” ao ver pessoas no corredor em uma visita ao Hospital Municipal Waldemar Tebaldi, acompanhado de autoridades e da imprensa.
O Jornal de Nova Odessa, com base na expressão do prefeito da cidade vizinha, desafiou o prefeito de Nova Odessa, Benjamim Bill Vieira de Souza, fazer o mesmo. A visita foi marcada pela assessoria de imprensa para o período da tarde. Porém, de manhã, a reportagem do JNO esteve no hospital, que estava tranquilo e bem diferente da unidade de Americana.
Não haviam macas no corredor do Pronto-Socorro. Pacientes aguardavam atendimento na recepção ou em cadeiras ao lado do consultório médico.
Na ala de internação, portas precisam ser trocadas e há reparos no piso para serem feitos, porém, a estrutura está em boas condições e há leitos vazios, demonstrando que o hospital não está com sua capacidade comprometida.
A reportagem não pode acessar o centro cirúrgico ou a sala de esterilização, que ainda estavam com as atividades suspensas pela Vigilância Sanitária estadual. À tarde, o centro cirúrgico foi liberado (veja nota oficial enviada pela Prefeitura nesta página).
“A saúde é sempre uma prioridade, mas também é a área mais difícil de administrar. São mais de 350 servidores, cinco UBSs, o ambulatório e o CAPS. Porém, mesmo com todas as dificuldades, estamos trabalhando e mantendo o atendimento. Quando vi as fotos de Americana, me solidarizei com o Omar. Nenhum gestor público quer ver seu povo sofrendo. Aqui em Nova Odessa estamos mantendo o investimento em saúde, contratamos mais 12 profissionais essa semana e temos três novos postinhos em construção. Mas ainda defendo que nós, prefeitos, devemos nos unir e debater a saúde de forma mais ampla, regional”, defendeu Bill, acompanhado do secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, em entrevista concedida na secretaria.
“Todos os dias cobramos dos servidores para que pensem sempre na humanização do tratamento do paciente. Da mesma forma, todos os dias buscamos melhores condições de trabalho para os servidores. Sabemos que não somos perfeitos, mas estamos buscando melhorar sempre”, completou Cocato.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

EMENDA
Nova Odessa deverá receber R$ 300 mil decorrentes de uma emenda do deputado Orlando Silva (PCdoB), que deverão ser investidos na área de saúde.
De acordo com a Diretoria de Convênios da Prefeitura, ainda não há informação de Brasília sobre a liberação do recurso nem sobre onde deverá ser investido o recurso.

Centro cirúrgico liberado

Em nota oficial enviada na tarde de ontem à redação do Jornal de Nova Odessa, através da assessoria de comunicação, a Prefeitura Municipal de Nova Odessa esclarece que o centro cirúrgico que havia sido interditado pela Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo foi reaberto nesta sexta-feira, dia 24. Segue abaixo a nota oficial enviada pela assessoria.
“A Secretaria de Saúde de Nova Odessa informa que na tarde desta sexta-feira, dia 24, obteve junto à Vigilância Sanitária Regional, a liberação das atividades no centro cirúrgico do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia. A Administração realizou nos últimos dias todos os esforços necessários para atender aos apontamentos feitos pela Vigilância e reafirma seu compromisso em proporcionar toda infraestrutura adequada aos usuários da rede pública de saúde. A Secretaria de Saúde esclarece que durante o período em que as alas ficaram fechadas, apenas uma paciente gestante buscou por atendimento no hospital novaodessense e foi devidamente transferida para hospital credenciado em Santa Bárbara d’Oeste” (sic).