Rompimento de adutora deixa parte da população de Nova Odessa sem água

Diante do eminente risco de desabastecimento, Coden pede economia a moradores

Marcelo Casal|Agência Brasil

O rompimento de uma das principais adutoras do sistema de abastecimento de Nova Odessa deixou metade da cidade sem água, na manhã desta quarta-feira, dia 12. A ruptura da tubulação de água bruta (sem tratamento) foi detectada pela Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa) às 7h30 de ontem, dia 11, no Jardim São Jorge.

A rede rompida leva a água dos dois reservatórios do Sistema Lopes, na região do São Jorge, para a ETA (Estação de Tratamento de Água), que funciona na sede dacompanhia, no Jardim Bela Vista. Lá, é tratada e distribuída à população. Com aquebra da tubulação, a estação trabalha apenas com o bombeamento de água bruta do Sistema Recanto, conjunto de três represas localizado região da Fazenda Velha. Juntos, os dois sistemas são responsáveis pelo abastecimento de toda a
cidade.

De acordo com o diretor técnico da Coden, Eric Padela, profissionais do Setor de Serviços trabalham no restabelecimento da rede desde as primeiras horas da manhã. “O rompimento ocorreu debaixo de um dos reservatórios de uma empresa têxtil. Como não é possível realizar o reparo nesse ponto, vamos ter de fazer uma tubulação paralela, o que torna o procedimento complexo, que  pode demorar até três dias. Nossas equipes estão trabalhando para que possamos
resolver o problema o mais rápido possível”, explicou Padela.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Sem a água do Sistema Lopes, a ETA está tratando pouco mais de 60% do volume necessário para o abastecimento da cidade. “Normalmente, tratamos 180 litros de água por segundo. Com o rompimento da adutora, estamos processando 130 litros, com carga máxima no bombeamento do Sistema Recanto”, explicou o diretor técnico.

“Nesse momento, pedimos à população de Nova Odessa para que economize água. Estamos fazendo o máximo para que o problema seja resolvido”, enfatizou Padela.