in

Reposição de aulas por conta de greve acontece neste sábado

Cronograma foi preparado pela Secretaria de Educação e a reposição será feita de forma gradual

A Secretaria de Educação de Nova Odessa realiza neste sábado, 27, a reposição de aulas nas escolas em que houve adesão de professores e outros profissionais à greve. De acordo com o cronograma, a reposição será realizada com alunos das Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) Profa. Salime Abdo, no jardim Alvorada, Dante Gazzetta, no Centro, e da Emefei (Escola Municipal de Ensino Fundamental e Educação Infantil) Simão Welsh, no jardim Santa Rita II.
“Preparamos um cronograma de reposição destes dias, evitando assim prejuízos aos alunos que ficaram sem aulas durante o movimento grevista realizado na cidade. Orientamos aos pais para que verifiquem a agenda de seus filhos pois nela terão todas as instruções quanto a horário e duração das aulas neste sábado”, explicou a secretária de Educação, Claudicir Brazilino Picolo.
Segundo ela, um cronograma foi preparado pela Secretaria de Educação e a reposição será feita de forma gradual. “Neste sábado, dia 27, teremos reposição nestas três escolas. Posteriormente serão divulgadas datas nas demais unidades”, disse. “Ressaltando, é claro, que os pais receberão na agenda dos filhos todas as informações que precisam”, continuou.
A secretária frisou que o cronograma de reposição atingirá apenas alunos dos professores que aderiram ao movimento. “Tivemos profissionais que não pararam os trabalhos e deram aulas normalmente durante o movimento grevista”, lembrou. Ela afirmou ainda que, em algumas unidades, a reposição está sendo feita durante a semana.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

SAIBA MAIS
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Autárquicos, Fundacionais, Ativos e Inativos de Nova Odessa realizou no final de abril e início de maio um movimento grevista por não concordar com reajuste salarial proposto pela Prefeitura.
O movimento ocorreu de forma parcial, sendo finalizado no dia 04 de maio após acordo firmado entre Prefeitura e Sindicato no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 15ª Região. Na ocasião, a Justiça do Trabalho determinou a compensação de três dias de greve, no prazo de 120 dias.
O acordo firmado prevê o repasse da inflação, de 4,7%, dividido em quatro parcelas – uma a mais que a proposta inicial feita pela Prefeitura antes do movimento grevista -, sendo 1% em março (com o pagamento retroativo aos meses de março e abril dia 25 de maio), 1% em junho, 1% em agosto e 1,7% em novembro.
A cesta básica passou de R$ 405 para R$ 430, sendo que a diferença referente aos meses de março e abril será paga em 1º de junho, quando será efetuado o próximo crédito do benefício. Além disso, a partir de janeiro de 2018 os servidores receberão R$ 450 de cesta básica. A cesta de Natal passa de R$ 110 para R$ 430.