in

Renan Inquérito faz ‘Parada Poética’ para crianças do 5º ano da Rede Municipal de Nova Odessa

renan-inquerito-faz-parada-poetica-para-criancas-do-5o-ano-da-rede-municipal-de-nova-odessa-jno
Publicidade
detran-jno

Com o apoio do Departamento de Cultura e Turismo e da Secretaria de Educação da Prefeitura de Nova Odessa, o rapper novaodessense Renan Inquérito promoveu na manhã da última terça-feira (17/05) uma versão infantil da clássica “Parada Poética” (que normalmente acontece toda 2ª segunda-feira do mês) para 160 alunos dos 5º anos da Rede Municipal de Educação.

O projeto foi uma proposta apresentada para atender o edital da Lei Aldir Blanc de Auxílio Emergencial à Cultura, trazendo um sarau com novidades do novo disco em que o artista está trabalhando, e que será lançado em breve. A apresentação no Teatro Municipal contou com a presença do rapper e produtor musical Pop Black, um dos integrantes do Grupo Inquérito, fundado em 1998 no município.

“A gente acredita que toda criança é poeta, e o rap e a poesia andam lado a lado. Como sou professor, rapper e trabalho com crianças, eu decidi juntar tudo isso em um projeto”, comentou Renan sobre a escolha de seu projeto ser voltado ao público infantil.

Já Pop Black acrescentou que “a animação apresentada pelas crianças é combustível para a criatividade e para seguir com a música”. “Quando vejo essas crianças dando toda essa energia pra gente, sinto que nossas forças se renovam pra podermos avançar mais. No Brasil são essas crianças que me dão esperança”, declarou o músico.

Quem também acompanhou toda a apresentação e a alegria das crianças junto aos artistas foi o vice-prefeito Alessandro Miranda, o Mineirinho. “Estou muito feliz de ver vocês tão felizes, em breve vamos trazer muitos eventos como esses para vocês”, afirmou o vice.

Foram convidados a participar dessa apresentação, alunos das escolas EMEFEI Vereador Avelino Xavier Alves, EMEFEI Professora Theresinha A. M. Merenda, EMEFEI Prefeito Simão Welsh, EMEF Professora Salime Abdo e EMEFEI Professora Haldrey Michelle Bueno.

 

A LEI

Lei Federal nº 14.017, conhecida como “Aldir Blanc” e publicada em 29 de julho de 2020, trata de ações emergenciais destinadas ao setor cultural, entre artistas, produtores e espaços culturais que foram prejudicados durante a pandemia da Covid-19. O nome da lei traz uma homenagem ao compositor e cronista carioca Aldir Blanc (1946-2020), falecido no dia 04 de maio, sendo um dos primeiros artistas brasileiros a falecer em decorrência de complicações do novo coronavírus no Brasil.

Para o uso da Lei Federal, R$ 293 mil foram disponibilizados para a realização do edital deste ano, com valores individuais indo de R$ 842,00 a R$ 2.542,50 para artistas, e subsídios de até R$ 5.000,00 para espaços culturais.

No total, foram 40 projetos aprovados, entre apresentações artísticas e masterclass, sendo 22 vindas de artistas – incluindo músicos, bailarinos, produtores e artesãos – e duas contrapartidas vindas de espaços culturais.