in

Recadastramento atende 1 mil pacientes por mês no município

Até a primeira quinzena de maio, outros 7.952 atendimentos já estão agendados

O recadastramento dos pacientes da rede pública de saúde de Nova Odessa completou na última terça-feira, dia 26, três meses em funcionamento. Neste período, 3.046 pessoas já foram atendidas na Central de Atendimento da Saúde – que funciona no prédio do CTVP (Centro de Treinamento e Valorização Profissional) -, ou seja, uma média de pouco mais de 1 mil pacientes por mês.

Até a primeira quinzena de maio, outros 7.952 atendimentos já estão agendados. Uma novidade é o agendamento está sendo feito com intervalos de 15 minutos entre um e outro paciente, sendo que no início do recadastramento, esse intervalo era de 30 minutos, medida que possibilitará um número maior de atendimentos por dia.

“O atendimento está sendo bem rápido e sem complicação”, afirmou o operador de máquinas aposentado André Postigo, que mora no Residencial Triunfo. Ele esteve na Central de Atendimento na terça-feira acompanhado da esposa, a dona de casa Maria Alves Postigo. “Eu acho que essa medida da Secretaria de Saúde é muito importante, porque o dinheiro que a prefeitura investe é usado com os moradores aqui de Nova Odessa”, disse ela.

O rodoviário Paulo Afonso Ribeiro da Silva, que mora no jardim das Palmeiras, também elogiou o recadastramento dos usuários da rede pública. “O que a gente espera é que esse trabalho afaste quem não mora em Nova Odessa e também diminua o tempo de espera para consultas e exames”, ressaltou. “Eu fui muito bem atendida e de uma forma muito rápida. Só tenho elogios para o pessoal daqui”, endossou a professora de corte e costura, Maria José Aparecida Santoro, que mora no Centro.

COMO FAZER

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Para se recadastrarem, os moradores de Nova Odessa devem procurar a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima para o agendamento do serviço. “Não tem tumulto, não tem fila de espera. E nós estamos convidando a todos para participarem do processo”, destacou, mais uma vez, o secretário de saúde Vanderlei Cocato.

Os documentos exigidos são os originais de RG, CPF e comprovante de endereço (água, luz, internet e outros) em nome do requerente. Os menores devem comprovar filiação através de certidão de nascimento ou RG próprio. Os casados podem comprovar residência mediante certidão de casamento e comprovante em nome do marido ou esposa.

A Secretaria de Saúde lançou o programa de recadastramento e o Cartão +Saúde Nova Odessa em novembro de 2018. Para a realização do atendimento, foi firmada uma parceria com a empresa Maestro Sistemas Públicos.

“Com base em dados de municípios onde o sistema já existe, é possível, com o recadastramento, diminuir em até 66% a ‘invasão’ de pacientes de outras cidades; em até 58% a solicitação de exames laboratoriais e em até 46% o encaminhamento de pacientes para o Ambulatório de Especialidades”, ressaltou Cocato. A expectativa para o término do recadastramento é de 18 meses.

Publicidade
instituto_728x90_60kb