Prefeitos discutirão a questão hídrica em reunião do Conselho da RMC

Encontro acontece na próxima terça-feira, dia 20, com a presença do superintendente do DAEE (Departamento Estadual de Águas e Energia Elétrica), Francisco Loducca

prefeitos-discutirao-a-questao-hidrica-em-reuniao-do-conselho-da-rmc-jno
Publicidade
detran-jno

A questão hídrica será um dos temas principais da próxima reunião do Conselho de Desenvolvimento da RMC – colegiado que reúne os 20 chefes do Poder Executivo da Região Metropolitana de Campinas -, que acontecerá na próxima terça-feira, dia 20, em Indaiatuba. O encontro contará com a presença do superintendente do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), Francisco Loducca. A autarquia do governo estadual é responsável pelo gerenciamento dos recursos hídricos do Estado.

A reunião será promovida pela Agemcamp (Agência Metropolitana de Campinas). No último dia 2 deste mês, o diretor-executivo da agência, Benjamim Bill Vieira de Souza, participou, em Americana, de uma reunião do Parlamento Metropolitano (órgão que reúne os presidentes de câmaras da RMC), que tratou do mesmo assunto.

Aos prefeitos, Loducca vai atualizar as informações sobre a construção da barragem em Pedreira e o reservatório Duas Pontes, em construção no Rio Camanducaia, em Amparo. “ As obras vão aumentar a oferta de água da bacia do PCJ (rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) e assegurar abastecimento para  23 municípios da região. Isso é importante para o nosso presente e futuro”, ressalta o superintendente.

A obra da Barragem Pedreira está na quarta fase, com o desvio do rio Jaguari já concluído. O empreendimento caminha para a etapa final da escavação da fundação onde será construído o eixo da barragem. Na sequência será realizada a limpeza e tratamento da fundação, seguido das injeções de consolidação, como mais um elemento que conferirá estabilidade à barragem. Até o momento contabiliza-se 30,59% de construção, após superadas as etapas administrativas como emissão de licenças, projeto e licitação. A previsão é que o novo reservatório esteja em funcionamento no próximo ano.

RETOMADA ECONÔMICA

A retomada econômica da RMC pós-pandemia também está na pauta da reunião em Indaiatuba. Para debater este tema, foram convidados – e já confirmaram presença – o diretor administrativo e financeiro do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresa), Guilherme Campos, e o empresário Rafael Cervone, eleito novo presidente do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo).

“Em nossa última reunião, que aconteceu em junho, o Conselho de Desenvolvimento aprovou a criação do Comitê de Retomada Econômica da Região Metropolitana. A ideia do comitê é justamente discutir propostas e ações que visem a elaboração e implementação de um plano regional de retomada econômica neste momento de pandemia e pós-pandemia. A proposta é que o comitê trabalhe no suporte e apoio empresarial (econômico), acesso a novos mercados, crédito emergencial, desburocratização, fomento a demanda, além de suporte e apoio socioeconômico, infraestrutura e serviços públicos”, explicou Bill.