in

Polaco declara “guerra” a Tiago Lobo

Wladiney Pereira Brigida, o Polaco, usou a tribuna na Câmara Municipal de Nova Odessa para registrar o que considerou “ataques” do colega

O vereador Wladiney Pereira Brigida, o Polaco (Solidariedade), não engoliu os ataques que recebeu do vereador Tiago Lobo (PCdoB). Polaco declarou guerra ao colega de plenário Tiago Lobo, durante a sessão na Câmara de vereadores de segunda-feira, dia 12. Polaco acusou o vereador comunista de atacá-lo nas redes sociais e nos veículos de comunicação em suas ações na casa legislativa. “Se o senhor quer guerra comigo, o senhor vai ter guerra”, afirmou Polaco.

Polaco usou a tribuna para registrar o que considerou “ataques” do colega de plenário. “Há algumas semanas venho sendo atacado pelo senhor nobre vereador Tiago Lobo, que vem me atacando pelo Facebook e pela rádio. O primeiro ataque ocorreu quando o senhor veio me questionar sobre a emenda que eu fiz no projeto do professor Antonio, depois você me atacou por uma mudança de rua, depois ele foi na rádio e fez uma acusação grave, depois, inclusive, eu vou ver o que posso fazer. Na rádio, ele disse que eu tinha feito uma permuta em troca de votos pela mudança do sentido do trânsito na rua  Virgilio Bodini”, enumerou Polaco.

Demonstrando indignação, Polaco foi duro nas críticas. “Todas as falas do senhor Tiago Lobo, ele fala que briga pelos munícipes de Nova Odessa, só que eu fui no site da prefeitura e, desde que ele entrou na prefeitura para trabalhar com um salário alto, rescisões, por causa do vai e volta dele, uma hora ele ta lá, outra hora não ta, ele recebeu R$ 213.000,00, e aí, todos esses salários que você teve alguma vez você pensou na população de Nova Odessa, você pensou alguma vez nos servidores que ganham até R$ 1.600,00, o senhor pensou?”, questionou o colega.

Publicidade
dom-bosco-jno

E finalizou. “Você quer questionar as coisas, mas não quer ver o que você fez lá atrás, principalmente, que ao ser diretor da Habitação o senhor prometeu para muitas pessoas casas. E eu tenho como provar isto, porque tudo que eu trouxe aqui eu tenho provas. Isso é só o começo, se o senhor deve o senhor vai pagar, se o senhor quer guerra comigo, o senhor vai ter guerra”, prometeu Wladiney Pereira Brigida.

Polaco afirmou também que irá protocolar no Ministério Público um pedido de investigação dos resultados da CEI da Habitação em que Tiago Lobo foi relator, e que está estudando a possibilidade de abrir nossa Comissão Especial para investigar o caso no início do próximo ano.

Tiago Lobo que havia sido um dos mais atuantes cabos eleitorais do prefeito Bill em 2012, esteve a frente da diretoria de habitação entre janeiro de 2013 e março de 2016 quando deixou a cadeira para se candidatar, também ao lado do prefeito de Nova Odessa, a uma vaga no legislativo. Após eleito tornou-se oposição ao governo que o ajudou a se eleger, para meses depois retornar ao governo como secretário de obras. Manteve-se no cargo por menos de quatro meses, até ser demitido e retornar a oposição ao governo.

RESPOSTA NA TRIBUNA

Em resposta às acusações do vereador Polaco, Tiago Lobo afirmou: “Eu acho que o objetivo nosso nesta Casa de Leis não é perseguir e nem brigar com ninguém, se o vereador entendeu desta maneira, vou deixar claro aqui, que este não é o meu objetivo, meu objetivo em nenhum ponto é perseguir o senhor, diferente disto, até porque, quando o vereador (Polaco) voltou para esta Casa eu fui o primeiro que o recebeu, acho que não estamos aqui para isto, estamos aqui para decidir o que é melhor para a população, esta é nossa função e obrigação enquanto vereadores”, respondeu Tiago.  Procurado pela reportagem do JNO, o vereador Tiago Lobo disse que não tinha nada a acrescentar.