in

Plantão oferece apoio psicológico voluntário e gratuito em Nova Odessa

O primeiro atendimento será na próxima quinta-feira, dia 24, na parte de baixo do Ambulatório

A maior parte dos atendimentos em psicologia é feita com agendamento prévio. Porém, assim como acontece em outras áreas da saúde, a psicologia também tem atendimentos de urgência.  E com o objetivo de dar este suporte mais imediato a pessoas que precisam de acolhimento psicológico, o projeto, em caráter experimental, “AGAP – Acolhimento Genuíno de Atenção a Psicológica” realizará uma vez por mês, gratuitamente, o “Plantão Psicológico”.

“O nosso atendimento é em caráter emergencial, este plantão é destinado a pessoas em momentos de crise, luto, intenção suicida, depressão, sofrimento extremo, desamparo, desespero e situações que não consegue enxergar uma saída”, explicou a psicóloga e voluntária, Debora de Souza.

O primeiro atendimento será na próxima quinta-feira, dia 24, na parte de baixo do Ambulatório, no Hospital e Maternidade Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia, das 16h às 20h. “Qualquer pessoa que se encontre em uma situação de crise pode nos procurar no plantão e lá ela será ouvida e aconselhada”, explicou a psicóloga responsável e idealizadora do projeto, Marlei Cunha.

O atendimento de urgência será realizado, inicialmente, por oito profissionais: Bruna Santos, Danielle Sanches, Cynthia Saraiva, Debora de Souza, Maria José de Andrade, Marlei Cunha, Natália Sanerip e Davi Liepkan.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

A psicóloga Marlei Cunha ainda explicou que o atendimento no “Plantão Psicológico” é emergencial, mas que possível uma continuidade, fora do plantão, pode acontecer. “Não tem característica de acompanhamento, mas os profissionais podem dar continuidade ou encaminhamento a estes pacientes”, explicou a psicóloga responsável e idealizadora do projeto, Marlei Cunha.

A colaboradora e uma das idealizadoras do projeto, Marineuza Lira, fez questão de agradecer ao secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, pelo apoio. “Desde o momento que procuramos o secretário Vanderlei Cocato, ele abraçou o projeto e prontamente disponibilizou o espaço para a realização do projeto”, agradeceu a colaboradora.

PALESTRA. No primeiro plantão ocorrerá uma palestra com a psicóloga Maria José de Andrade, com o tema “Se toca, prevenir é legal”, pelo mês “Outubro Rosa”.

ATENDIMENTOS. O atendimento funciona de forma pontual, sem obrigatoriedade de retorno em novos encontros. Para menores de idade, é necessário o acompanhamento de pais ou responsáveis.