in

Obras promovem melhorias em trecho alagadiço de estrada do pós-Anhanguera

obras-promovem-melhorias-em-trecho-alagadico-de-estrada-do-pos-anhanguera-jno
Publicidade
detran-jno

Para amenizar os problemas causados pelas chuvas intensas dos últimos dias, equipes da Secretaria de Obras da Prefeitura de Nova Odessa promoveram na última sexta-feira (29/10) de ponto facultativo a primeira parte de uma intervenção emergencial no trecho da estrada rural conhecida como “Avenida dos Brilhantes”, que dá acesso aos bairros de chácaras da região do pós-Anhanguera e que vinha sofrendo com o acúmulo de água, obrigando o desvio do tráfego. O serviço deve ser retomado nesta semana, assim que o solo ficar seco.
Segundo a secretária da pasta, Miriam Lara Netto, a intervenção está sendo promovida principalmente no trecho de cerca de 300 metros da estrada ao longo das Chácaras Acapulco. Este e outros trechos vinham sendo monitorados e avaliados pela equipe técnica diariamente ao longo das últimas semanas.
No início do mês, antes das primeiras chuvas da nova estação, a as equipes da Secretaria já haviam realizado uma ação de manutenção no pavimento de terra do trecho em frente ao Acapulco – como tem sido feito constantemente desde o início do ano na região do “pós-Anhanguera” como um todo.
Ao longo destas intervenções, a equipe constatou que os problemas no local foram causados por uma mudança realizada em anos recentes no sistema de escoamento da água da chuva. Além disso, segundo a equipe da Secretaria de Obras, os problemas nestes pontos da estrada rural foram agravados devido a uma obra no sítio adjacente que impediu o escoamento das águas pluviais que se acumulam na via pública.
A nova intervenção da última sexta-feira consistiu na elevação do nível do solo da estrada com o espalhamento de material sólido – o chamado “cascalhamento” –, bem como na abertura de valas para o escoamento das águas.
“Antes, a água da via era direcionada para o sítio ao lado, mas agora não há mais este escoamento lateral. Nossa equipe criou agora uma ‘calha’ lateral ao longo deste trecho, para escoar a água acumulado, e jogou pedra e cascalho para ‘elevar’ o nível do solo e melhorar as condições de tráfego no local. Estamos amenizando o problema, dentro das possibilidades técnicas”, explicou Miriam.
Ainda segundo a pasta, mesmo com o acúmulo de água em momentos de chuva intensa, geralmente os moradores conseguem se deslocar de um lado a outro do pós-Anhanguera acessando normalmente os trechos anterior e posterior da estrada, utilizando-se das ruas do próprio bairro de chácaras Acapulco – inclusive a rua paralela à estrada, distante cerca de 5 metros e que normalmente mantém as condições de tráfego.
De qualquer forma, Miriam adiantou recentemente que a pasta já estuda uma solução definitiva para o histórico problema de escoamento que atinge este trecho da estrada rural, agravado em anos anteriores pelo fechamento de canais de escoamento pelas propriedades rurais da área oposta ao bairro de chácaras.
“Já estamos estudando um sistema de galerias para este trecho crítico, provavelmente com a utilização de ‘sarjetões’ de concreto. Enquanto isso não se concretiza, até porque envolve um alto investimento, vamos continuar dando toda a atenção na manutenção constante por lá”, finalizou a arquiteta.