in

Novaodessense integra seleção que definirá representantes brasileiros para participarem das Olímpiadas Internacionais de Astronomia

Os alunos medalhistas já garantiram uma vaga na Universidade Estadual de Campinas e o medalhista de ouro, Pedro Henrique Medeiros, participa da seleção que escolherá 40 representantes brasileiros

novaodessense-integra-selecao-que-definira-representantes-brasileiros-para-participarem-das-olimpiadas-internacionais-de-astronomia-jno
Publicidade
detran-jno

Estudantes da escola E.E. Prof. Silvânia Aparecida Santos se destacaram na 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, uma olimpíada anual destinada a alunos do ensino fundamental e ensino médio da rede estadual e particular que competem resolvendo questões que envolvem conceitos de física e ciências.

Orientados pelos professores Diego Antônio da Silva e Francile Barbosa Vicentini seis alunos da escola Silvânia participaram e três foram premiados com medalhas – uma de ouro, uma de prata e uma de bronze. Os alunos medalhistas já garantiram uma vaga na conceituada Universidade Estadual de Campinas (Únicamp) e o medalhista de ouro, Pedro Henrique Medeiros, foi convidado a integrar a seleção que escolherá 40 representantes brasileiros que participarão em 2021 das Olímpiadas Internacionais de Astronomia.

“Sempre quis ser astrônomo e pesquisava, estudava sobre o assunto, quando recebi a notícia que tinha tirado 9,4 na prova, eu não acreditava, é um sonho se realizando. É um incentivo para continuar me dedicando”, destaca o estudante. Além de Pedro, também foram premiados Yago Lopes de Souza e Lucas Vicente Julião. Segundo os professores orientadores, “este resultado é sensacional ainda mais porque os alunos estão com aulas em ensino remoto e é gratificante ver a felicidade deles. O OBA cria oportunidades reais das pessoas acreditarem e lutarem por seus sonhos.”