in

Nova Odessa lança hoje cronograma de ações contra mosquito Aedes aegypti

“Todos Contra o Mosquito” é uma iniciativa da EPTV Campinas

Convite Dengue Nova Odessa

A Prefeitura de Nova Odessa realiza nesta quarta-feira (6), a partir das 15h, o lançamento do cronograma de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, dentro da campanha “Todos Contra o Mosquito”, uma iniciativa da EPTV Campinas. O lançamento será no saguão do Paço Municipal, que fica na avenida João Pessoa, número 777, Centro. Entre as ações que envolverão todas as secretarias e diretorias da prefeitura, além dos funcionários da Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa), estão palestras educativas, entrega de panfletos em residências, comércios e escolas, trabalho de conscientização em todas as unidades básicas de saúde, Hospital Municipal e Ambulatório de Especialidades, visita a empresas, limpeza em espaços públicos, encerrando com o grande arrastão no dia 16 deste mês, na região dos bairros Alvorada e Capuava.

“Nós sempre tivemos, desde o início da nossa administração, uma grande preocupação em combater o mosquito que antes só transmitia a dengue, mas que agora é o ‘pai’ de outras doenças terríveis, como a febre amarela, a chikungunya e o zika vírus. Uma das minhas primeiras medidas como prefeito foi acabar com os lixões que existiam em Nova Odessa. Isso já fez com que os casos diminuíssem muito. No ano passado, por exemplo, tivemos apenas 5 casos de dengue, mas temos todas as condições de zerar esse número”, afirmou o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza, que também é presidente do Conselho de Desenvolvimento da RMC (Região Metropolitana de Campinas) e que participou do lançamento da campanha de iniciativa da EPTV Campinas no dia 23.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

O chefe de Gabinete, André Faganello, foi nomeado coordenador da campanha em Nova Odessa. Atualmente, ele já é o coordenador do Comitê Intersetorial contra a Dengue no município. “Nosso grande objetivo é envolver todas os setores da Prefeitura de Nova Odessa em ações de conscientização contra o mosquito Aedes aegypti. Primeiro, temos que fazer a lição de casa, para que o nosso exemplo seja seguido pela população. Só assim conseguiremos derrotar o mosquito que, aparentemente é inofensivo, mas transmite graves doenças”, disse Faganello.