in

Nova Odessa contribui com mais de 700 mil lacres em campanha ao Boldrini

Iniciativa da Secretaria de Educação e o Fundo Social de Solidariedade produz recursos ao hospital

Pelo quarto ano consecutivo, Nova Odessa se mobilizou na Campanha de Arrecadação de Lacres “Salvando Vidas Com Amor”, colaborando com crianças diagnosticadas com câncer e tratadas no Centro Infantil Boldrini, em Campinas. Este ano foram arrecadados mais de 700 mil lacres, na parceria da Secretaria de Educação com o Fundo Social de Solidariedade e a idealizadora da ação, Regina Célis Sasso. O material arrecadado será transformado em recursos para a instituição.

As escolas da Rede Municipal de Ensino, comércios e igrejas arrecadam lacres de alumínio e a campanha ocorreu até próximo do Dia Mundial de Ação de Graças, celebrado em 23 de novembro. A cerimônia de encerramento da campanha foi realizada na sexta-feira, dia 08, no Clube da Melhor Idade, reunindo autoridades, crianças da Rede Municipal, idosos frequentadores do local e o público em geral.

O evento teve as presenças do chefe de gabinete da Prefeitura, André Faganello, do secretário de Desenvolvimento Econômico e Social, Elvis Ricardo Garcia, da secretária municipal de Educação, Claudicir Brazilino Picolo, da diretora de Gestão Social e Cidadania, Patrícia Cristina Pereira, e de representantes do Copeno (Conselho de Pastores de Nova Odessa).

Publicidade
maverick-ar_condicionado

A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Souza, levou a ideia para a Secretaria de Educação cinco anos atrás, após ouvir a sugestão de Regina Sasso, que realizava iniciativa semelhante em Americana. “Desde então, o Município tem realizado as campanhas que envolvem a comunidade escolar, comércios, igrejas e toda a cidade, para o gesto solidário”, destaca Andréa Souza.

 “A partir de amanhã já começa a campanha do ano que vem”, destaca Regina Sasso. “É uma iniciativa que envolve vários setores da cidade, principalmente a comunidade escolar”, frisa a secretária Claudicir Picolo.

“Todas as 23 escolas do município participaram. É um trabalho de formiguinha, uma verdadeira corrente do bem em prol do Centro Infantil Boldrini”, acrescenta a secretária de Educação. O evento trazia ainda a exposição de material do Projeto Afin (Afeto na Infância), idealizado pela juíza Michelli Vieira do Lago Ruesta Changman, da 2ª Vara Judicial da Infância e Juventude de Nova Odessa.

O Centro Boldrini tem hoje 10 mil pacientes em acompanhamento, cerca de 70 deles de Nova Odessa. São 800 novos casos por ano, 80% do total atendido pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Do total das receitas do Hospital, 44% dependem das doações da comunidade. A estrutura possui 77 leitos de internação, 390 voluntários e 120 atendimentos diários, totalizando 33 mil sessões de quimioterapia ao ano.