in

Nova Odessa atinge a marca de 200 mortes

Cidade chegou nesta segunda-feira a 5.492 pacientes positivados ao longo dos quase 17 meses de pandemia; os moradores que venceram a doença e já considerados curados são agora 4.891

nova-odessa-atinge-a-marca-de-200-mortes-jno
Publicidade
detran-jno

Nova Odessa atingiu nesta segunda-feira a triste marca de 200 vidas perdidas em razão da pandemia da Covid-19, com a confirmação, no mais recente boletim divulgado pela Vigilância Epidemiológica, de mais três óbitos causados por complicações da doença. No mesmo boletim, foram confirmados mais 99 casos positivos, fazendo com que o total de moradores infectados subisse para 5.492. Outros 99 pacientes estão clinicamente curados, segundo a prefeitura, que externou seu pesar pelas pessoas que perderam suas vidas para o vírus.

As três novas vítimas fatais do vírus foram um homem de 46 anos morador do Parque Klavin que faleceu dia 21 de junho, um homem idoso de 75 morador do Jardim Santa Rosa anos que faleceu dia 22 de junho e um homem de 57 anos, também do Santa Rosa, que faleceu dia 24 de junho. Todos estavam sob cuidados médicos da equipe especializada que atua na ala respiratória isolada do Hospital Municipal de Nova Odessa.

Em nota, a prefeitura afirma estar fazendo de tudo ao seu alcance para garantir as condições de atendimentos aos pacientes da rede municipal de saúde. “Não há falta de leitos de baixa e média complexidade nem de respiradores na cidade. No entanto, os leitos de alta complexidade em hospitais da região continuam em situação crítica”, garante a Administração.

O número de óbitos em investigação manteve-se na segunda-feira em quatro. Os casos suspeitos aguardando o resultado de exames caíram para 411. Os pacientes que venceram a doença e já considerados curados são agora 4.891, ou 89,0% do total de contaminados pelo vírus até aqui.

O número de moradores de Nova Odessa internados com sintomas respiratórios ou de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) subiu de 50, na sexta-feira, para 51 na segunda-feira. Eram, na manhã de ontem, 10 pacientes internados na UR do Alvorada, oito na nova ala respiratória do Hospital Municipal e 33 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de hospitais de outras cidades da região e do Estado.