in

Nova Odessa: 113 anos

Nova Odessa se destaca pela qualidade de vida

Um levantamento divulgado em março pela Indsat(Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos) aponta Nova Odessa como a segunda entre as 15 maiores cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) com alto grau de satisfação em qualidade de vida. O município, que subiu uma posição em relação ao ano anterior, fica atrás apenas da Indaiatuba. O terceiro lugar é ocupado por Jaguariúna.

Nova Odessa obteve 760 pontos na pesquisa, que classifica como “Alto Grau de Satisfação” municípios que obtenham entre 650 e 799 pontos no levantamento. O resultado é reflexo de outros segmentos pesquisados pela Indsat. Tanto Nova Odessa, quanto Indaiatuba e Jaguariúna também ocupam boas posições em setores como Educação, Saúde e Abastecimento de Água.

“Buscamos em nosso governo não apenas oferecer os serviços essenciais aos moradores, mas que os recebam com qualidade. Saber que estamos entre as melhores da RMC em qualidade de vida é muito gratificante, mostra que estamos no caminho certo”, afirmou o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza.

Publicidade
maverick-ar_condicionado

PESQUISA DOMICILIAR. A Indsat busca identificar os índices de satisfação dos principais serviços e agentes públicos das cidades. Todos os questionários aplicados passam por um processo de filtragem e os dados são coletados através de pesquisa domiciliar e pessoal.

De acordo com o levantamento, Nova Odessa registrou boas pontuações na maioria dos 16 serviços públicos pesquisados. Além de registrar mais de 650 pontos em Transporte Público, Limpeza Pública e Trânsito, a cidade obteve alto grau em outros sete setores. A cidade também ocupa altas colocações em rankings como Qualidade do Asfalto, Cultura e Segurança Pública.

Segundo o Indsat, o ranking de cidades com alto grau de satisfação em qualidade de vida tem Santa Bárbara d’Oeste em quarto lugar, seguida de Vinhedo, Valinhos, Itatiba, Artur Nogueira, Americana e Hortolândia. O 11ª colocada é Campinas. Paulínia, Monte Mor, Cosmópolis e Sumaré completam o levantamento.