in

Nova ‘casa’ do Setor de Merenda Escolar vai gerar economia de R$ 36 mil por ano

Antes da pandemia do novo coronavírus, o Setor de Merenda Escolar da Prefeitura vinha fornecendo, em média, 11 mil refeições todos os dias aos alunos da rede pública de ensino

nova-casa-do-setor-de-merenda-escolar-vai-gerar-economia-de-r-36-mil-por-ano-jno
Publicidade
detran-jno

O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza vistoriou nesta semana a nova ‘casa’ do Setor de Merenda Escolar da Prefeitura de Nova Odessa, que fica ao lado da Farmácia Central e de Alto Custo, nas dependências do antigo CTVP (Centro de Treinamento e Valorização Profissional), na Avenida Eddy de Freitas Crissiúma. A mudança para um espaço mais amplo e bem localizado também vai gerar uma economia de aproximadamente R$ 36 mil por ano à Administração, uma vez que o antigo imóvel era alugado.

“A merenda que nós sempre oferecemos aos nossos alunos da rede municipal é referência regional. E para que isso seja possível, nós precisamos oferecer também aos nossos colaboradores a melhor estrutura possível. Estou muito satisfeito com o que eu vi aqui neste novo espaço, tudo muito bem organizado”, afirmou o prefeito Bill, durante a vistoria, ao lado da secretária de Educação, Claudicir Brazilino Picolo, e da primeira-dama Andréa Souza. “É um prédio totalmente adequado e na região central, o que facilita as nossas entregas nas escolas e o recebimento de mercadorias dos nossos fornecedores. Aqui, conseguimos alocar, por exemplo, uma área exclusiva para refrigerados, algo que não tínhamos no prédio anterior. A mudança representa uma grande conquista para o Setor de Merenda Escolar”, comentou a nutricionista Juliana Pissaia Savitsky, responsável pelo setor.

Antes da pandemia do novo coronavírus, o Setor de Merenda Escolar da Prefeitura de Nova Odessa vinha fornecendo, em média, 11 mil refeições todos os dias aos alunos da rede pública de ensino, composta pelos CMEI’s (Centros Municipais de Educação Infantil), EMEF’s (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) e EMEFEI’s (Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Infantil). Sua variedade e, principalmente, a sua qualidade, fazem da merenda escolar de Nova Odessa referência regional.

“Importante deixar bem claro aos pais e aos moradores de Nova Odessa que, mesmo com a pandemia, o Setor de Merenda segue trabalhando normalmente, já que, desde abril, estamos entregando os kits de alimentos para as famílias cadastradas. É uma verdadeira cesta básica, com alimentos do dia a dia, hortaliças e frutas. Isso vem sendo feito desde abril e estamos nos preparando agora para a entrega de dezembro”, explicou Juliana.

Constantemente, os servidores e servidoras do setor de Merenda participam de treinamentos que abordam boas práticas no manuseio de alimentos, tudo para alinhar e padronizar as práticas da cozinha e ambiente das escolas municipais. Juliana ressalta que os treinamentos têm como objetivo garantir a segurança alimentar dos alunos. “Principalmente devido à quantidade de alunos que possuem necessidades nutricionais diferenciadas como crianças com doença celíaca, diabéticos, hipertensos, alérgicos e intolerantes a diversos componentes e outros”, destacou ela. Entre os assuntos abordados estão como realizar a higienização adequada de hortifrutis, limpeza e manipulação de alimentos, higiene pessoal e de equipamentos, entre outras ações.

Desde 2013, o governo do prefeito Bill também tem realizado inúmeras ações que proporcionem uma alimentação mais saudável às crianças, como redução do sódio nos alimentos, uso de 80% dos produtos in natura – incluindo frutas, verduras e alimentos assados ao invés de frituras e produtos processados -, elaboração de cardápios especiais para alunos com problemas de saúde, capacitação de merendeiras, auxiliares de serviços e profissionais da Educação, entre outras medidas. “São ações que receberam, inclusive, elogios em auditoria do Tribunal de Contas e dos técnicos do Programa Nacional de Alimentação Escolar e do Conselho de Alimentação Escolar. O trabalho que toda equipe do Setor de Merenda realiza é impecável. Por isso, tenho certeza, nosso trabalho é referência regional”, destacou Claudicir.