Nenê Réstio quer união de forças no combate a violência contra mulher

Vereador encaminhou requerimento pedindo informações da Prefeitura e das Polícias Civil e Militar

SONY DSC

O vereador Angelo Roberto Réstio, o Nenê Réstio (MDB), teve aprovado na semana passada requerimento em que pede informações da Prefeitura, Polícia Militar e Polícia Civil sobre a possibilidade de desenvolverem ações envolvendo vários setores e segmentos, visando ao combate ao feminicídio e a violência contra a mulher. No último dia 19 a Câmara debateu questões relacionadas ao Feminicídio.

O vereador lembra que a região de Campinas registrou 20 casos de crime de ódio contra mulher em 2018, contra 13 em 2017. “Este tipo de crime segue sendo um grande desafio para a sociedade e a Segurança Pública. As altas taxas de feminicídio costumam ser acompanhadas de elevados níveis de tolerância à violência contra as mulheres”, explica Nenê Réstio.

O objetivo do vereador é unir forças entre Secretaria Municipal de Saúde, o Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) e as Polícias Militar e Civil. Recentemente, Nenê Réstio teve aprovado projeto de lei que dispõe sobre a obrigatoriedade de afixação de avisos com o número do Disque Denúncia (180), de prestação de atendimento e combate a violência contra a mulher.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

A norma prevê os cartazes em estabelecimentos de hospedagem como hotéis, pensões e pousadas, além de bares, restaurantes, lanchonetes, casas noturnas, clubes sociais e associações recreativas ou desportivas, que promovam eventos com entrada paga. Também em agências de viagens, salões de beleza, academias de dança e ginástica, postos de serviço de autoatendimento, de abastecimento de veículos, prédios comerciais e os ocupados por órgãos públicos.