in

Munícipe reclama da falta de atendimento 24 horas do setor de Zoonoses

municipe-reclama-da-falta-de-atendimento-24-horas-jno
Publicidade
detran-jno

Uma munícipe de Nova Odessa demostrou indignação ao receber uma resposta inesperada do setor de Zoonoses. Segundo ela, seu animal de estimação, um gato, faleceu na sexta-feira da semana passada, e, ao entrar em contato com a Zoonoses, a munícipe foi informada que deveria “embalar” seu animal e depositá-lo no quintal para que ele fosse recolhido na segunda-feira.

“A Zoonoses funciona apenas de segunda à sexta-feira, ou seja, eles esperavam que eu pegasse meu gato morto e deixasse embalado no quintal até segunda-feira, achei isso um absurdo”, relatou a moradora. Indignada com a situação, ela contou que levou o animal até Sumaré, onde pagou a cremação, que foi enviada para Paulínia.

“Sou moradora de Nova Odessa há 30 anos e ter que me deslocar de uma cidade para outra porque aqui não tem atendimento 24 horas, é um absurdo. Como deixar um animal de estimação morto e embalado no quintal, não existe isso”, lamentou a moradora. Em nota, a Prefeitura de Nova Odessa, esclareceu que a responsabilidade pelo animal é do proprietário.

“O Setor de Zoonoses da Prefeitura de Nova Odessa esclarece que a responsabilidade pelo animal de estimação é do dono, que deve cuidar dele e dar a destinação correta, em caso de morte. Uma vez que o órgão atende de segunda a sexta, das 7h às 16h, a orientação em situações como essa é que o proprietário procure a clínica veterinária da sua confiança, que está preparada para guardar o animal adequadamente e comunicar o Setor de Zoonoses para coleta, que é feita por uma empresa contratada pela Prefeitura. O setor informa ainda, que nesses casos, o animal é encaminhado para incineração coletiva. Em caso de dúvidas, o telefone do órgão é 3466- 3972”, diz a nota.