Leitinho e jornalista trocam agressões no plenário da Câmara

O boletim de ocorrência relata que a Guarda Municipal foi acionada pelo presidente do Legislativo, vereador Vagner Barilon

A sessão da última segunda-feira da Câmara de Nova Odessa foi marcada pela troca de agressões entre o vereador Leitinho e o jornalista Renato Silva. O caso foi parar na delegacia, onde um boletim de ocorrência por lesão corporal acabou sendo registrado. Os dois foram ouvidos pela Polícia Civil e liberados posteriormente.

O boletim de ocorrência relata que a Guarda Municipal foi acionada pelo presidente do Legislativo, vereador Vagner Barilon. No local, os patrulheiros ouviram o relato de algumas pessoas que disseram não terem presenciado os fatos e também das partes envolvidas. Renato Silva alegou que pediu permissão para entrar no plenário da Câmara, uma vez que queria falar com o vereador Tiago Lobo, mas que, neste momento, teria sido impedido pelo vereador Leitinho. Quando Tiago Lobo se aproximou, Renato conta que Leitinho o agarrou pela cabeça e o beijou. Em seguida, Leitinho teria dado um soco em sua boca – segundo o boletim de ocorrência – causando-lhe uma lesão.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Leitinho, por sua vez, disse aos guardas municipais que o jornalista invadiu o plenário para falar pessoalmente com Tiago Lobo, mas que foi informado de que não poderia entrar no local sem permissão do presidente da Câmara. Neste momento, Tiago Lobo se aproximou de Renato, teve início uma discussão e Leitinho, conforme ele mesmo disse à Polícia Civil, acabou trocando agressões com o jornalista, vindo a se lesionar no rosto e no pescoço. Todos seguiram para o Plantão Policial.

O delegado Gelson Aparecido de Oliveira Barreto, ciente dos fatos, determinou o registro da ocorrência e orientou as partes sobre o prazo de seis meses para o oferecimento de representação criminal. Também foi expedido requisição para exame de corpo delito no IML (Instituto Médico Legal) de Americana.