in

Homem de 54 anos é encontrado morto

Vítima identificada como sendo Geraldo Bagela da Silva morava na rua há dois anos

Um homem de 54 anos foi encontrado morto próximo a um estabelecimento comercial, no jardim São Jorge, na madrugada da última segunda-feira, dia 5, em Nova Odessa. Geraldo Bagela da Silva, morava na rua há dois anos, e segundo a filha, fazia uso de álcool.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada na rua Brasília, no jardim São Jorge, onde um homem, com ferimentos no rosto e na nuca, estava caído.

Ao chegarem no local, os policiais foram informados que o homem estava morto. O óbito foi constatado por enfermeiros do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que também haviam sido acionados.

Segundo a pessoa que encontrou o homem, a vítima dormia no local há alguns meses. Em contato com a filha de Geraldo Bagela, ela afirmou aos policiais que o pai fazia uso de álcool e que recusava a ajuda dos familiares.

A perícia esteve no local e não encontrou nenhum objeto que poderia ter provocado as lesões encontradas no corpo. O caso foi registrado no Plantão Policial como homicídio e será investigado pela Polícia Civil.

POLÍCIA CIVIL INVESTIGA MORTE DE BEBÊ

A vítima, um bebê de 7 meses, morreu na manhã do último domingo, dia 4, em Nova Odessa. Segundo informações do boletim de ocorrência, a mãe da criança teria amamentado o menino durante a madrugada, mas quando acordou horas depois, percebeu que a mão do bebê estava fria e enrijecida.

De acordo com o registro policial, uma vizinha ouviu os gritos de socorro vindos da casa da criança, no jardim São Manoel, e acionou a Polícia Militar. Ao chegarem no local, os policiais encontraram a mãe do menino, na rua, caminhando com a criança nos braços.

Os policiais levaram o bebê até o Hospital Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia, mas a criança chegou sem vida ao local. Na unidade hospitalar, a médica pediatra constatou lesões corporais no ombro e no pescoço do bebê.

Aos policiais, a mãe da criança contou que, por volta das 3h, amamentou o filho e adormeceu ao lado dele, e que, ao acordar por volta das 6h, percebeu que o filho não estava respirando. Ela então acordou o marido e ambos foram em busca de ajuda.

O Conselho Tutelar de Nova Odessa foi chamado para verificar se os irmãos do bebê, três crianças de 4, 5 e 8 anos estavam sendo bem cuidados. Ficou constatado que não havia nenhum sinal de negligência ou maus tratos.

Publicidade
maverick-ar_condicionado

Agora a Polícia Civil de Nova Odessa irá apurar as circunstâncias da morte do bebê, já que, segundo informações policiais, as lesões encontradas no bebê não eram recentes e, possivelmente, não foram responsáveis pela morte da criança.

HOMEM TENTA FURTAR VEÍCULO E É DENUNCIADO POR TESTEMUNHAS

Um homem de 33 anos foi preso por tentativa de furto na tarde da última segunda-feira, dia 5, em Nova Odessa. Policiais militares chegaram até o suspeito, após uma testemunhar informar aos PMs que um homem havia tentado furtar um veículo em frente ao Hospital Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia.

Segundo informações da Polícia Militar, uma testemunha contou aos PMs que havia visto um homem tentar furtar um veículo Fiat Uno que estava estacionado em frente a unidade hospitalar.

Com as informações passadas pela testemunha, os policiais fizeram buscas próximo ao supermercado Pague Menos, quando localizaram o suspeito. Com ele, foi encontrada uma chave mixa.

Em contato com a testemunha, o homem foi reconhecido como autor da tentativa de furto. Ele foi encaminhado até o Plantão Policial e autuado por furto, o suspeito ficou à disposição da justiça.

MÃE E FILHA SÃO VÍTIMAS DE ASSALTO

Uma mulher de 39 anos e a filha, uma menina de 10 anos, foram vítimas de um assalto na noite da última segunda-feira, dia 5, no jardim Dona Maria Azenha, em Nova Odessa.

Segundo contou a vítima no boletim de ocorrência, por volta das 22h, caminhava com sua filha na avenida Doutor Ernesto Presidente Ogis, quando se deparou com um homem em uma moto próximo do local.

Ainda segundo ela, o homem, que estava de capacete, se aproximou e anunciou o assalto, obrigando a vítima a entregar seus pertences. A mulher contou que o homem demonstrou estar armado e a todo o momento fazia ameaças às vítimas. O criminoso levou um celular e documentos.