in

Governo Leitinho fecha creche do Jardim Planalto

Resolução assinada pelo secretário José Jorge Alves Teixeira suspende, por até dois anos, funcionamento da CMEI Professora Walderez Gazzetta; prefeitura diz que “nada será alterado” e que trata-se apenas de uma medida administrativa

governo-leitinho-fecha-creche-do-jardim-planalto-jno
Publicidade
detran-jno

A Secretaria de Educação de Nova Odessa decidiu “fechar”, pelo prazo de até dois anos, o CMEI (Centro Municipal de Educação Infantil) “Professora Walderez Gazzetta”, que fica no Jardim Planalto. Resolução publicada no Diário Oficial da última quarta-feira e assinada pelo secretário José Jorge Alves Teixeira determinou a suspensão de novas matrículas na creche. A medida gerou estranheza por parte de moradores e críticas nas redes sociais. A Prefeitura, por sua vez, disse que trata-se apenas de uma “medida administrativa”.

O fechamento da creche causou críticas por parte de moradores. “Eu achei muito estranho quando fiquei sabendo, até porque a escola mais próxima (do Planalto) é a do Marajoara, que está super lotada. Na minha opinião, era mais fácil dividir do que fechar uma escola”, disse uma moradora do Jardim Planalto ouvida pela reportagem. “Também fiquei sabendo e, sinceramente, achei um absurdo e uma falta de respeito com os pais. Como fecham uma escola sem antes fazer uma reunião com os pais? Muita falta de respeito”, afirmou outra moradora.

OUTRO LADO

Sobre a suspensão das atividades do CMEI Professora Walderez Gazzetta, a Secretaria de Educação emitiu a seguinte nota: “Estamos no mês do Censo Escolar e, como não há alunos na escola, foi tomada essa medida administrativa apenas para informar adequadamente ao Censo Escolar qual é a realidade da escola, mas nada será alterado. Ela continua servindo para o Núcleo Psicopedagógico avaliar nossos alunos e para o atendimento aos pais que precisam de um local agradável e calmo para receberem as informações sobre seus filhos”, informou a prefeitura.

DIRETOR

Em março, o JNO mostrou que o vereador Antônio Alves Teixeira, o Professor Antônio, recebe pouco mais de R$ 6,2 mil para atuar como diretor nesta mesma escola, que não conta com nenhum aluno.

A unidade de ensino contou com turmas até 2020, segundo informações da própria prefeitura, e hoje vem sendo usada apenas como local para encontros de estudos pedagógicos e ponto de atendimento às crianças com necessidade especiais.

E a situação do vereador – que é irmão do secretário de Educação, José Jorge Alves Teixeira e líder de governo do prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, na Câmara – não deve sofrer mudanças a curto prazo, já que a prefeitura disse que todas as outras unidades de ensino do município já contam com diretores efetivos e que o remanejamento de Antônio só será possível “tão logo tenha outra escola concluída”. Contudo, atualmente, Nova Odessa não conta com nenhuma obra de creche ou escola sendo realizada.