in

FECHADO

Laboratório de análises clínicas é interditado pela Vigilância Sanitária

Por “incorreções técnicas”, o Labortek – Laboratório de Análises Clínicas, responsável pela análise de exames solicitados pelos médicos aos pacientes da rede pública de saúde, de Nova Odessa, foi interditado pela Vigilância Sanitária. Foi o que informou a Administração Municipal.

Há pelo menos uma semana, o laboratório que também realiza serviços dentro Hospital de Maternidade Dr. Acílio Carreon Garcia, está com as atividades paralisadas.

A situação foi alvo de várias queixas por parte dos pacientes que relataram, através das redes sociais, as dificuldades em realizar exames solicitados na rede pública de saúde.

Mas de acordo com um comunicado enviado pela assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Nova Odessa, o local foi interditado, temporariamente, por incorreções técnicas de responsabilidade da Laborteck.

Ainda de acordo com o comunicado, algumas medidas foram tomadas para evitar prejuízo aos pacientes. Inclusive, a Secretaria de Saúde, informou que logo após a interdição, cobrou explicações do laboratório e determinou que a empresa regularize a situação o mais rápido possível

 

Comunicado

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

O laboratório que presta serviços à Prefeitura de Nova Odessa, tanto o externo como o que funciona dentro do Hospital e Maternidade Dr. Acílio Carreon Garcia, foi interditado temporariamente depois que algumas incorreções técnicas de responsabilidade da Laborteck foram identificadas. Diante disso, a Administração já determinou a abertura de um processo administrativo próprio para apurar o ocorrido em relação as obrigações contratuais da empresa. Assim que foi comunicada, a Secretaria de Saúde imediatamente cobrou explicações do laboratório e determinou que a empresa regularize a situação o mais rápido possível.

Segundo o secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, mesmo com a interdição, não há qualquer prejuízo para os pacientes que passam pelo Hospital Municipal, uma vez que o laboratório que mantém contrato com a prefeitura está mantendo um técnico na unidade de saúde para realizar a coleta dos exames de urgência e emergência e também fica responsável pelo transporte sanitário até Americana, onde os exames estão sendo realizados. Ainda de acordo com Cocato, o tempo de entrega dos laudos está dentro do que prevê o contrato. A Vigilância Municipal está em constante contato com a Vigilância Regional e a Vigilância Estadual, acompanhando os relatórios e todos os protocolos de regularização feitos pela empresa.

“Estamos acompanhando essa situação de perto e desde o momento em que fomos comunicados deste problema, entramos em contato com os representantes do laboratório cobrando que todas as providências sejam adotadas o mais rápido possível para que não haja maiores prejuízos aos usuários da rede pública”, explicou Cocato.