Escola Dorti promove encontro de gerações para celebrar 40 anos de história

Ex-alunos do Dorti, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Souza, e o secretário de Saúde do município, Vanderlei Cocato, foram homenageados no evento

A história da Escola Estadual “Professora Dorti Zambello Calil”, uma das mais antigas e tradicionais de Nova Odessa, foi passada a limpo na noite de quinta-feira (24). Numa atmosfera de nostalgia e homenagens, gerações de alunos, professores, diretores e funcionários se reuniram no Teatro Municipal ‘Divair Moreira’ para comemorar os 40 anos da escola, localizada no Jardim Bela Vista. Ex-alunos do Dorti, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Souza, e o secretário de Saúde do município, Vanderlei Cocato, foram homenageados no evento.

“Fui aluna do Dorti e hoje carrego muita coisa que aprendi lá. A escola sempre teve como marcas a atenção e o carinho de funcionários e professores e o compromisso com o ensino de valores aos alunos. É uma honra para mim fazer parte dessa história”, disse a primeira-dama, que representou o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza e recebeu um certificado das mãos do diretor da escola, Haroldo Teixeira.

A escola integra o Projeto Fênix – Transformando Vidas, lançado em março pela primeira-dama. A iniciativa funciona em parceria com diversas secretarias municipais, iniciativa privada e voluntários. O projeto oferece atividades de esportes, artes, lazer, cultura e saúde mental para prevenção e reabilitação a problemas como depressão, medos, traumas e uso de drogas lícitas e ilícitas, funcionando como rede de apoio a pais, professores e estudantes das escolas estaduais do município.

O secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, ficou emocionado ao se lembrar dos tempos de aluno e militante estudantil. “Agradeço a toda equipe, em nome do diretor Haroldo, pela homenagem e carinho. Fui aluno da Dorti com muito orgulho. Tive a oportunidade de ser presidente do Grêmio Estudantil por duas vezes e representante da escola e de Nova Odessa como deputado estadual jovem pelo Parlamento Jovem Paulista, em 2005. Foi emocionante reviver isso”, afirmou o secretário.

“É um momento muito especial para todos nós. Para mim, é uma honra ser diretor de uma escola tão tradicional na cidade”, disse o diretor Haroldo Teixeira, após reunir no palco do Teatro Municipal lotado funcionários, professores e dirigentes que ajudaram na construção das quatro décadas de história da escola, fundada em 17 de março de 1979.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Pessoas como a professora Gedalva Tenório de Campos. “Quando cheguei à escola, ela ainda não se chamava Dorti. Era Escola Estadual de 1º Grau do Núcleo Bela Vista. Foi um enorme privilégio acompanhar o crescimento da escola e o sucesso dos alunos ao longo dessas décadas”, lembrou a educadora, num dos discursos mais emocionados da noite.

A denominação ‘Profª Dorti Zambello Calil’ foi oficializada em 1º de outubro de 1992, por meio da lei 8.046, proposta pelo então deputado estadual José Carlos Tonin e sancionada pelo governador Luiz Antonio Fleury Filho. Segundo levantamento feito pela diretoria, mais de 13,5 mil alunos já passaram pela escola. Hoje, são 580 adolescentes matriculados.

Além das homenagens, a noite contou com apresentação do coral e da companhia de teatro da escola, que apresentou a peça “A Bolsa Amarela”. Também participaram do evento a secretária-adjunta de Educação, Regina Pocay, a dirigente regional de ensino em exercício, Joseana Caltarossa Moreira, e a ex-vice-prefeita do município, Salime Abdo.

ENSINO INTEGRAL

As escolas Dorti Zambello Calil e Silvânia Aparecida Santos, do Jardim Santa Luiza, serão as duas primeiras unidades mantidas pelo governo estadual com ensino em período integral. Sonho antigo do prefeito Bill e da primeira-dama Andréa Souza, o anúncio foi feito no início do mês passado pelo deputado federal Vanderlei Macris (PSDB).

Em março, Bill e Andréa se reuniram com o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares. Na ocasião, ele determinou a elaboração imediata de um estudo para implantação do PEI (Programa de Ensino Integral) no município. O encontro foi intermediado pelo deputado estadual e presidente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), Cauê Macris.