in

Empresa paga boleto falso e leva prejuízo de R$ 8.218,35

Delegacia de Nova Odessa

A Delegacia do município irá investigar um estelionato contra uma empresa de Nova Odessa, que após receber um email falso, pagou uma quantia de R$ 8.218, 35, referente a um boleto. O caso ocorreu no último dia 4.
Segundo o boletim de ocorrência, um representante da empresa contou que recebeu um email, que supostamente seria de outra empresa com quem mantêm negócios, informando que estariam com problemas técnicos no sistema de faturamento e que fosse utilizado um novo boleto, inclusive, que teria um desconto de R$ 297,57.
Conforme solicitado no email, a empresa efetuou o pagamento, mas no dia seguinte foram informados que o pagamento não havia sido feito. Ao procurar a empresa que teria emitido o boleto, foi constatado que o documento era falso.
A empresa ainda relatou que já havia sido alertada que pessoas não autorizadas estavam agindo de má fé e enviando emails aos clientes e anexando boletos fraudados.

CARRO FURTADO
Um rapaz de 19 anos, morador de Americana, teve o carro furtado na tarde de quarta-feira, dia 10, em Nova Odessa. O veículo,um Honda Civic 2007, possui seguro.
Segundo o boletim de ocorrência, a vítima relatou que havia deixado o seu veículo estacionado na rua Riachuelo, no Centro, por volta das 15h, ao retornar no local para pegar o veículo a vítima notou que o carro havia sido levado. Ninguém presenciou a ação dos bandidos.

Publicidade
dom-bosco-jno

RAIO CAUSA INCÊNDIO EM DEPÓSITO NO JD. BELA VISTA
Na tarde da última quinta-feira, dia 11, ocorreu um incêndio em um galpão de carretéis localizado na rua Augusto Peterlevitz, no jardim no Bela Vista, em Nova Odessa. O Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil foram acionados e controlaram o fogo.
Segundo informações da Guarda Municipal, em patrulhamento pelo local, guardas municipais foram informados do ocorrido e, ajudados pelos funcionários do depósito, fizeram o combate ao fogo até a chegada do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil.
Além de destruir todo o material que estava no local, o fogo danificou toda a instalação elétrica. Ninguém ficou ferido. Vizinhos informaram aos guardas que após o raio atingir o depósito o fogo se alastrou rapidamente.
Em 2016, uma pesquisa do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontou que o Brasil é líder mundial na incidência de raios. Nos últimos seis anos, o Brasil registrou uma média de 77,8 milhões de raios por ano. A cada 50 mortes por raio no mundo, uma acontece no Brasil.