Em Brasília, Vanderlei Cocato pede aumento de repasses federais para rede pública de saúde de Nova Odessa

Além de compromissos no Ministério da Saúde, Vanderlei Cocato também entregou ofícios em diversos gabinetes da Câmara dos Deputados

O secretário de Saúde de Nova Odessa, Vanderlei Cocato, cumpriu uma série de agendas em Brasília entre esta terça (24) e quarta-feira (25). Na Capital Federal, o principal compromisso de Cocato foi no Ministério da Saúde, onde ele solicitou aumento nos repasses federais para a rede pública de saúde, principalmente no que diz respeito ao PAB (Piso da Atenção Básica), Piso da Vigilância em Saúde e MAC (Média e Alta Complexidade). As solicitações têm como base a nova estimativa populacional do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada recentemente e que apontou Nova Odessa com mais de 60 mil moradores.

No ano passado, Nova Odessa recebeu, em média, cerca de R$ 18,6 mil por mês referente ao Piso da Vigilância em Saúde; R$ 143 mil/mês referente ao PAB e R$ 175 mil referente ao MAC. “No ano passado, por exemplo, nós investimos R$ 51 milhões no custeio na Saúde, sendo que apenas R$ 5,5 milhões recebemos como repasses do governo federal. Um número que é muito baixo, pois representa apenas 10% daquilo que foi custeado pelo município. Ou seja, ao todo foram 30% do orçamento do município investidos na Saúde no ano de 2018”.

Além de compromissos no Ministério da Saúde, Vanderlei Cocato também entregou ofícios em diversos gabinetes da Câmara dos Deputados solicitando recursos para o município e fez o mesmo no Senado Federal. Com o deputado federal Vanderlei Macris (PSDB), especificamente, o secretário de Saúde de Nova Odessa discutiu, nesta quarta-feira, emendas que já estão em andamento. “O deputado Vanderlei Macris é um grande parceiro de Nova Odessa e sempre está nos auxiliando com emendas para melhorar a saúde em nossa cidade”, comentou Cocato.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

AUDIÊNCIA

Nesta sexta-feira (27), a Secretaria de Saúde realizará audiência pública referente ao 2º quadrimestre de 2019. O encontro, que é aberto a toda população, acontece no plenário da Câmara de Nova Odessa, a partir das 8h. Na oportunidade, de acordo com a Lei Complementar 141, de 13 de janeiro de 2012, serão apreciados os relatórios financeiros e operacionais da área da Saúde.

A audiência pública é realizada também em cumprimento a Lei Federal nº 8689/93, na qual a secretaria deve apresentar os relatórios financeiros e operacionais da área de Saúde referentes aos meses de junho a agosto, bem como as consultas médicas no ambulatório e unidade móvel; atendimento de outros profissionais no ambulatório e Pronto Socorro; atendimento de enfermagem, consultas médicas no Pronto-socorro, exames, atendimento no setor de Internação, total das despesas e outras informações. A audiência também pode ser acompanhada pelo site da câmara, no ícone “Câmara on-line”, ao lado direito da página.