in

Descarte irresponsável de entulho e lixo predomina no jardim São Jorge

Além de “sujar” a cidade, o descarte irregular ocasiona o acúmulo de resíduos nas vias públicas

Os transtornos gerados pelo descarte inadequado de lixo são muitos e, geralmente, visíveis. Nas ruas do bairro jardim São Jorge, o mau hábito da população foi registrado pela reportagem do Jornal de Nova Odessa.
Em vários pontos, principalmente nas calçadas, é comum encontrar restos de materiais de construção, móveis, eletrodomésticos entre outros. E esta prática de descarte irregular está entre as reclamações mais recorrentes registradas pelo JNO. Desde janeiro, já foram publicadas 24 reclamações.
Além de “sujar” a cidade, o descarte de lixo e entulhos de forma irregular ocasiona o acúmulo de resíduos nas vias públicas, entupindo bueiros e contribuindo para alagamentos em dias de chuva. A sujeira também atrai insetos, roedores e animais peçonhentos, colocando em risco a saúde dos moradores do local.
Mas quem reclama da sujeira, geralmente, também é responsável por provocá-la, foi o que lembrou o munícipe Antonio Maciel. “A população culpa a administração municipal pela sujeira no município, mas não é a Prefeitura que faz o descarte. São os próprios munícipes”, disse ele.
Mas a falta de bom senso pode pesar no bolso de alguns novaodessenses. De acordo com a lei municipal 2.883/2014, é proibido o descarte, depósito ou qualquer outra forma de despejo de lixo ou resíduo em Nova Odessa em área inapropriada. A multa para quem for flagrado descartando materiais varia de R$ 500 a R$ 5 mil.
Em nota, a administração municipal esclareceu que a Prefeitura, através da Secretaria de Meio Ambiente e também da Diretoria de Serviços Urbanos, tem intensificado as ações tanto para o combate dos descartes de lixos e entulhos quanto também para identificar os responsáveis por estas práticas. Além da fiscalização intensificada, a Administração também tem ampliado as ações para limpeza dos locais com objetivo de evitar que estes pontos sejam transformados em lixões e também que sejam área para proliferação de animais peçonhentos.No entanto, apesar de todos os esforços da Administração, inclusive com ações de conscientização realizadas na cidade , fatos como este acabam se repetindo já que muitas pessoas acabam, por falta de educação, desrespeitando a legislação municipal que proíbe o descarte de lixo e entulhos em áreas públicas. Em Nova Odessa a lei municipal 2.883/14 proíbe o descarte irregular de lixo e queimadas nas ruas. Quem for flagrado descumprindo a lei é notificado sob pena de multa que varia de R$ 500 a R$ 5 mil. Além disso, caso o responsável não promova a limpeza do local, tem acrescido ao valor o custo da operação de retirada.
A cidade conta ainda com locais adequados para o descarte que são: o EcoPonto de Nova Odessa fica na esquina das ruas Vilhelms Rosenbergs e Aristides Réstio, no jardim Monte das Oliveiras, que funciona de segunda a sexta-feira, semana das 7h às 17h30, aos sábados das 7h às 17h30 e aos domingos das 7h às 13h. A cidade possui ainda três LEVs no Parque Izidoro Bordon, Bosque Manoel Jorge e na rua Manaus, no jardim São Jorge, e um PEV na Praça Central José Gazzeta, que funcionam 24h. É importante destacar que embora a fiscalização esteja sendo intensificada, pessoas que flagrarem situações de descarte irregular devem denunciar a prática na Guarda Civil Municipal e também na Secretaria de Meio Ambiente.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras