in

Descarte irregular de lixo incomoda moradores do jardim Santa Luiza

O local está repleto de entulho, móveis velhos, e até lixo orgânico

De acordo com os reclamantes, os próprios moradores são responsáveis pelo descarte.

Mesmo com campanhas de conscientização sobre a importância de dar ao lixo destino correto, muitas pessoas insistem em descartá-lo de forma irregular. Na rua Celeste Cerezer Paulão, no bairro Santa Luiza, o descarte de lixo doméstico e entulhos, tem causado problemas e incomodado moradores das proximidades.
A altura do amontoado de lixo ultrapassa um metro, entre o entulho há isopor, plástico, sacos de lixo, roupas e outros produtos. Segundo um dos moradores, o descarte é feito por moradores da região. “Já vi gente trazendo lixo em carriola”, relatou uma moradora. “O pessoal vê o lixo acumulado e se sente no direito de jogar também, complicando mais ainda a situação”, disse outro morador. No local, uma moradora contou que, a Prefeitura de Nova Odessa havia feito a limpeza, mas que o local não permaneceu limpo nem por dois dias.
A maior preocupação dos moradores é com riscos que a situação traz à saúde, já que recipientes podem acumular água e se tornar criadouros do mosquito Aedes Aegypti, que transmite dengue, chikungunya, zika vírus e a febre amarela. Na atual situação, o morador relatou que está tentado que o local seja limpo, “Tenho ligado diariamente na Prefeitura, e até passado e-mails para vereadores, mas isto não tem surtido nenhum efeito”, explicou um dos moradores que fez a reclamação.
Mas a falta de bom senso pode pesar no bolso de alguns novaodessenses. De acordo com a lei municipal 2.883/2014, é proibido o descarte, depósito ou qualquer outra forma de despejo de lixo ou resíduo em Nova Odessa em área inapropriada. A multa para quem for flagrado descartando materiais varia de R$ 500 a R$ 5 mil. Em nota, a Prefeitura de Nova Odessa esclareceu que, “a Secretaria de Meio Ambiente tem conhecimento da situação e, inclusive, já inseriu no cronograma a limpeza da referida área. A expectativa é que a limpeza seja realizada nos próximos dias. A Secretaria também tem intensificado a fiscalização na tentativa de coibir os descartes”, esclareceu a nota.
A Prefeitura ainda alertou que os munícipes que flagrarem descarte ou outras situações irregulares podem denunciar na Secretaria de Meio Ambiente pelo 3476-8600 ramal 293.

Publicidade
superbanner-728x90-rafaela-40kb