in

Carro abandonado vira sucata no Klavin

Carros abandonados são reclamações constantes na cidade

Na rua Pedro Rosa, esquina com a rua Luiz Augusto Gonçalves, no parque residencial Klavin, um veículo abandonado está causando descontentamento aos moradores do local.
Com os vidros quebrados, pneus furados e sem várias peças, a carcaça do Corcel II virou motivo de constantes reclamações. “Já ligaram na Delegacia, Prefeitura e Detran, mas até agora ninguém veio retirar esse veículo”, relatou uma moradora.
Segundo ela, o local virou ponto de desmanche. “A cada dia uma parte é retirada do carro. Estou vendo a hora que alguém vai colocar fogo neste carro”, contou a munícipe.
Outra preocupação dos moradores é com a possibilidade do acúmulo de água no veículo. “Infelizmente, quando chove acumula água, servindo para a reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue”, relatou uma das moradoras.
Em nota, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Nova Odessa esclareceu que, a Diretoria de Segurança de Trânsito atualmente está em fase de finalização de licitação do pátio municipal, local que receberá veículos em situação de abandono ou outras irregularidades. Assim que a licitação for concluída, será dada continuidade aos processos para recolhimento de veículos e outras providências. Enquanto aguarda conclusão da licitação, a Diretoria de Segurança de Trânsito tem notificado proprietários de veículos abandonados para que retirem os veículos das vias públicas. Neste caso, específico, um agente irá ao local para verificar situação e tomar as providências cabíveis.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Sem limpeza, descarte gera reclamações

Há vários meses, moradores da rua Pedro Rosa, esquina com a rua Luiz Augusto Gonçalves, no parque residencial Klavin, solicitam à Prefeitura de Nova Odessa, a limpeza de um terreno que virou ponto de descarte de lixo.
Mesmo com uma placa avisando que é proibido jogar lixo, o descarte acontece constantemente. “Infelizmente falta bom senso nas pessoas. E quem tem que conviver com a sujeira somos nós”, lamentou a reclamante.
Mas a moradora reconhece que os maiores responsáveis pela sujeira em alguns pontos da cidade, são os próprios munícipes. “Eu reconheço que na cidade de Nova Odessa existe o EcoPonto e não podemos responsabilizar a Prefeitura por esse descarte, mas como as pessoas não se responsabilizam, temos que depender da fiscalização e da manutenção da administração municipal”, opinou ela.
Segundo ela, vários pedidos já foram feitos na administração municipal. “Nós sabemos que a demanda é alta, mas já faz vários meses que estamos pedindo a limpeza. Daqui a pouco vão colocar fogo aqui”, relatou a munícipe.
Questionada, a Prefeitura de Nova Odessa informou que a Secretaria de Meio Ambiente esclareceu que a área em questão foi limpa há menos de 40 dias e que, infelizmente, os próprios moradores da cidade acabam despejando irregularmente entulhos no local. Importante ressaltar que existe, inclusive, uma placa proibindo o descarte na área. Os fiscais foram no local no início da tarde de hoje para verificar a situação e a limpeza da área será inserida no cronograma da Prefeitura. A Secretaria de Meio Ambiente está analisando providências que serão tomadas e está intensificando a fiscalização para coibir e também identificar autores de ações como esta.