in

Câmara de Monte Mor vai apurar pagamentos feitos ao Cismetro na gestão de Silvio Corsini

De acordo com denúncia, prefeitura do município vizinho teria pago ao consórcio por serviços não prestados durante a gestão do atual secretário de Saúde de Nova Odessa

camara-de-monte-mor-vai-apurar-pagamentos-feitos-ao-cismetro-na-gestao-de-silvio-corsini-jno
Publicidade
detran-jno

A Câmara de Vereadores de Monte Mor aprovou nesta semana a abertura de uma comissão processante que pode resultar na cassação do prefeito Edivaldo Brischi (PSD) por supostos pagamentos indevidos ao Cismetro (Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Metropolitana de Campinas) durante a gestão de Silvio Corsini, que assumiu no mês passado o cargo de secretário de Saúde em Nova Odessa. De acordo com denúncia apresentada por um morador ao Legislativo, a prefeitura da cidade vizinha teria feito pagamentos ao consórcio por serviços efetivamente não prestados, isso nos meses de agosto, setembro e outubro deste ano.

Em Monte Mor, Silvio Corsini ficou 10 meses como o “número 1” da Saúde e foi exonerado no final de outubro junto com outros 32 comissionados, numa “faxina” promovida por Brischi. Dias depois, assumiu a pasta em Nova Odessa a convite do prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, também do PSD. Também nesta semana, em live nas suas redes sociais, Brischi admitiu que ocorreram erros na Secretaria de Saúde, mas não entrou em detalhes. Disse que os “problemas” estão sendo apurados em sindicância interna instaurada por aquela prefeitura. “Se foi feita coisa errada, foi feita nas minhas costas. Eu não sabia”, defendeu-se.

 

DENÚNCIA

A denúncia de suposto pagamento indevido ao Cismetro foi feita pelo consultor autônomo Paulo Amaro Alves. Segundo ele, a Secretaria de Saúde pagou, entre agosto e outubro, por serviços de profissionais lotados na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) sem que os mesmos tivessem sido prestados. A Prefeitura, em nota, garante que “todos os processos e os contratos são realizados dentro das regras e fundamentos da lei”e que a denúncia é infundada.

A reportagem do JNO pediu um posicionamento do secretário Silvio Corsini, por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura de Nova Odessa, sobre a denúncia que será apurada pelos vereadores de Monte Mor,  mas não recebeu resposta até o fechamento desta edição.

 

CONVÊNIO

A Prefeitura de Nova Odessa também faz parte do Cismetro. A adesão ao consórcio foi sacramentada no final de outubro. Na ocasião, a Secretaria de Saúde prometeu apresentar um plano de trabalho com relação às possibilidades criadas a partir da adesão, o que ainda não aconteceu. Também na ocasião, o prefeito Leitinho justificou a entrada no Cismetro dizendo que ela representaria o “fim”de diversos problemas encontrados pelo município no que diz respeito à contratação de exames e consultas.