Banco do Povo de Nova Odessa já financiou R$ 3,5 mi desde 2013

O secretário de Desenvolvimento Econômico, José Mario Moraes, comemorou os dados

O Banco do Povo Paulista (BPP) de Nova Odessa tem sido um importante instrumento de incremento financeiro ao mercado local. Somente na atual gestão, desde 1º de janeiro de 2013, quando o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza assumiu o governo municipal, a instituição já negociou 595 contratos, totalizando R$ 3,5 milhões, o equivalente a mais de 60% do total de financiamentos concedidos pelo Banco desde sua inauguração na cidade.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, José Mario Moraes, comemora os dados. “O valor financiado chama a atenção para um município de 60 mil habitantes como Nova Odessa e demonstra que o empreendedorismo não ficou estagnado”, afirma. “Eu chego em um momento bastante importante para o Banco, quando os números são muito favoráveis principalmente no período em que a economia brasileira registrou crise. Os financiamentos comprovam que o microempreendedor novaodessense continuou investindo em seus negócios, o que contribuiu significativamente para geração de renda”, destaca.

O Banco do Povo completa, em dezembro, 14 anos de história na cidade. São 1.184 microempreendedores atendidos, com a liberação de R$ 5,859 milhões em recursos financiados. Atuando no segmento de microcrédito, a instituição financeira oferece linhas de crédito de R$ 200,00 a R$ 5.000,00 para pessoas físicas; de R$ 200,00 a R$ 20.000 para pessoas jurídicas; e de R$ 200,00 a R$ 25.000,00 para associações e cooperativas produtivas ou de trabalho. Os interessados podem solicitar recursos a juros baixos para adquirir equipamentos e abrir, ou expandir, os próprios negócios. Os juros mensais são de 0,35% e o pagamento pode ser feito em até 36 meses.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Somente em 2018, o Banco do Povo Paulista (BPP) de Nova Odessa fechou o ano com um total de R$ 545,5 mil em créditos liberados, para 73 micro e pequenos empreendedores. O montante financiado foi 11,81% superior ao registrado em 2017, que finalizou em R$ 487,8 mil. Na época, os 83 créditos concedidos colocaram a cidade como a 2ª entre as 20 da RMC (Região Metropolitana de Campinas) com mais operações. Dentre 481 unidades em municípios paulistas, Nova Odessa ficou em 94º lugar no ranking de concessão de créditos do ano passado.

RENEGOCIAÇÃO. A partir desta semana, o Banco do Povo de Nova Odessa também retoma o serviço de renegociação dos contratos em atraso que estava parado desde janeiro de 2018, devido a transição de sistema do Banco do Brasil para a Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP), que assumiu de forma integral a gestão do Fundo de Investimentos do Banco do Povo Paulista. A transição da carteira teve o objetivo melhorar a administração e modernizar o programa, que passou a funcionar em um sistema informatizado novo, ágil e prático aos agentes de crédito. Além disso, o usuário também foi beneficiado com menor burocracia para o acesso ao benefício. Com a transição, o Governo do Estado deve economizar até R$ 4 milhões ao ano.

Para renegociação de dívidas ou contratação de crédito, o Banco do Povo de Nova Odessa atende ao público de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30, em prédio anexo à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que fica na Avenida Eddy de Freitas Crissiúma, nº 150, no Centro. O telefone de contato do órgão é o (19) 3466-3010.