in

Animais são resgatados após denúncia de maus tratos no Monte das Oliveiras

Vizinha filma maus tratos e denuncia proprietária de dois cachorros

Um cachorro da raça Pittbull e um filhote foram resgatados de uma residência no bairro Monte das Oliveiras, em Nova Odessa. Com sinais visíveis de maus tratos, os animais foram retirados do local por uma equipe da Zoonoses com o auxílio da Guarda Municipal de Nova Odessa.
O resgate aconteceu na última quarta-feira, dia 29, após uma munícipe gravar vídeos dos maus tratos. “Fui até a delegacia com os vídeos e fiz um boletim de ocorrência”, relatou a moradora.
A moradora ainda contou que, chegou a ir até a residência para falar com a dona dos animais. “Tentei falar com ela, mas ela demonstrou não se importar com a situação dos animais. E como outros moradores sabiam do caso, mas estavam com medo de denunciar, eu fiz a minha parte”, explicou a munícipe.
Para ela, o maior problema é a falta de ação da maioria da população. “A solução é atitude, atitude do cidadão comum em salvar uma vida. Postar foto e curtir não muda nada. Cada um pode fazer a sua parte”, opinou a munícipe.
De acordo com testemunhas, o Pittbull apanhava e ficava na rua diariamente. Já o filhote vivia infestado de carrapato e não recebia alimentação adequada. “Quando chegamos ao local, o Pittbull nem saiu do lugar, o que não é característico desta raça”, relatou a veterinária da Zoonoses,Paula Faciulli.
De acordo com ela, se os animais não fossem resgatados, iriam morrer. “A preocupação da proprietária dos animais era com a segurança da casa, os animais estavam lá para este fim”, contou a veterinária.
Para o presidente da AAANO, Carlos Pinotti, a atitude da moradora em colher provas e fazer o boletim de ocorrência salvaram a vida dos animais. “Sozinha, ela investigou o caso, tirou provas, fez o BO na delegacia, e acionou a Zoonoses. Com a ajuda da Guarda Municipal e de um voluntário, foram até o local da denúncia e resgataram os animais”, relatou o presidente da associação.
Carlos Pinotti ainda contou que os animais já foram encaminhados para uma clínica veterinária onde estão passando por exames e recebendo todos os cuidados. “Infelizmente, ambos estão com uma grave anemia e doença do carrapato. O filhote irá ter que passar por transfusão de sangue, e está numa situação muito delicada”, lamentou o presidente da AAANO.
A antiga proprietária dos animais está proibida de adotar outro animal e ainda pode responder por crime de maus tratos, sujeito a detenção e multa, graças às provas e a ocorrência feita.
Os animais estão recebendo tratamento em uma clínica particular, e precisam da doação de recursos para as despesas veterinárias.
Doações
Santander
Agência: 0545
C/C: 13.00.08.29-5
CNPJ: 01.995.128/0001-034
Denuncie 
A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12 de fevereiro de 1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988. Basta ligar na Vigilância Sanitária: 3466-3972, ou na Guarda Municipal: 3466-1900. Também é possível fazer a denuncia através da página do Facebook da AAANO: www.facebook.com/aaanovaodessa.
Maltratar animais de qualquer espécie é considerado Crime Ambiental, de acordo com a lei e quem praticar ato de maus-tratos é penalizado com detenção de três meses a um ano e multa. Além da violência física, são considerados maus-tratos contra os animais: abandono, não abrigar do sol e da chuva, não alimentar diariamente, manter o animal permanentemente acorrentado, etc.
Publicidade
instituto_728x90_60kb