,

Alunos de Nova Odessa visitam Plantarum

Estudantes dos Ensinos Fundamental e Infantil conhecem local de preservação ambiental

Aproximadamente 2 mil alunos dos Ensinos Fundamental e Infantil da Rede Municipal de Educação de Nova Odessa vão realizar visitas ao Jardim Botânico Plantarum, para desenvolver trabalhos pedagógicos com os conhecimentos adquiridos. São 800 alunos das Emeis (Escolas Municipais de Ensino Infantil) no primeiro semestre e, a partir de agosto, é a vez de 1,2 mil estudantes das Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental).
Todas as visitas são monitoradas por profissionais do Plantarum e o transporte dos alunos é realizado pela Prefeitura, com acompanhamento de professores e coordenadores das escolas. “O (Jardim Botânico) Plantarum é riquíssimo em conhecimentos e projetos de pesquisa, que estamos utilizando para passar às nossas crianças”, destaca a diretora de Educação Infantil, Fabiana Vaughan Harters.
De acordo com a dirigente educacional, todo o conhecimento é importante. “É um instituto importante na cidade e que possui uma riqueza natural impressionante, com muitas espécies e de preservação do meio ambiente”, reforça. Os alunos estão tendo contato com áreas de interesse como coleção botânica viva, carpoteca, herbário, jardinagem e horticultura, xiloteca, biomas brasileiros e paisagismo.
Nesta quinta-feira (8), uma das visitas foi realizada por alunos da unidade de ensino do Jardim São Francisco, que conheceram o herbário, a coleção viva e a jardinagem. “Em cima da visita vamos desenvolver o projeto pedagógico”, explica a diretora, Maria Teresa Sokolowski. Durante todo o trajeto das crianças um biólogo acompanhou a visita e forneceu os conhecimentos necessários.

PLANTARUM
O Jardim Botânico Plantarum é uma associação sem fins lucrativos dedicada à educação, pesquisa e conservação da flora brasileira. Construído desde 1998 e aberto ao público em novembro de 2011, foi idealizado ainda na década de 90 pelo engenheiro agrônomo e botânico brasileiro Harri Lorenzi. As instalações incluem uma área de nove hectares, onde estão cerca de 4 mil espécies vegetais, representando os principais grupos botânicos da flora nativa do Brasil.
Em 2015 houve a qualificação, pelo Ministério da Justiça, do Governo Federal, como uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), com os objetivos de estudo e conservação da biodiversidade vegetal brasileira e do meio ambiente, através de ações educacionais e de pesquisa. E uma das formas de divulgar a instituição é por meio das visitas escolares, guiadas ao ar livre.
A mediação de conhecimentos enfatiza os aspectos relacionados à diversidade vegetal e a importância de sua conservação. São utilizados como instrumentos didáticos o acervo botânico, as estruturas e as tecnologias aplicadas aos projetos realizados pela instituição. A linguagem empregada e as atividades desenvolvidas dependem da idade, conhecimento prévio dos alunos e do projeto pedagógico que motivou a visita.
O roteiro das visitas desperta a curiosidade dos alunos em diversos jardins temáticos, onde são cultivadas e pesquisadas mais de 3.600 espécies vegetais de variados ecossistemas, permitindo a comparação entre os ambientes e as plantas típicas. Dessa forma, segundo o Jardim Botânico Plantarum, os alunos aprendem mais sobre o reino vegetal e se familiarizam com as características das espécies.