in

AAANO lança nova campanha

Projeto digital tem como objetivo encontrar adotantes responsáveis para os animais do abrigo

A Associação Amigos dos Animais de Nova Odessa (AAANO) lança neste mês de maio sua nova campanha de responsabilidade animal: o “Voluntário Virtual”. O projeto visa atrair pessoas que desejam ajudar a causa da ONG encontrando lares para os 600 animais que estão hoje no abrigo. O projeto vai funcionar da seguinte forma: o interessado vai preencher um formulário que chegará aos atuais voluntários.

A equipe vai entrar em contato e mandar o manual com todas as regras e informações. Com isso, o inscrito receberá uma AAANO lança nova campanha Projeto digital tem como objetivo encontrar adotantes responsáveis para os animais do abrigo » “Voluntário Virtual” foto e informações técnicas de um animal que está no abrigo e terá dois meses para arranjar um lar responsável para o cão ou gato.

Carlos Pinotti, presidente da AAANO, ressalta que o projeto é um jeito inovador de ajudar a entidade. “Precisamos combater o abandono e dar uma vida digna para todos os nossos animais. Aqui no abrigo são todos muito bem cuidados, mas nada melhor do que ter um lar, amor, carinho e dedicação durante sua vida”, afirma. Símbolo de uma causa O gigante Snow se tornou o símbolo especial dessa campanha.

Falecido na última semana, foi resgatado há cinco anos por Pinotti quando abandonado numa estrada e quase atropelado por um caminhão. Agitado, carinhoso, peludo e de porte grande, Snow ficou todo o período confinado em um canil de 10 m², sem possibilidades de gastar toda a energia. “Já vimos muitos animais nascerem, crescerem e morrerem dentro do abrigo. Isso não é correto: todos merecem ser adotados com responsabilidade”, comenta o presidente. O projeto “Voluntário Virtual” faz parte da campanha “Lugar de animal não é no canil. Adote!”, lançada em 2019 durante as comemorações dos 25 anos da entidade. Para saber mais sobre os projetos da AAANO, acesse www.aaano.com.br ou entre em contato pelo e-mail [email protected]

“Lugar de Animal não é no Canil. Adote!”

Olá , meu nome é Snow. Provavelmente você está lendo esse texto alguma dias após a minha partida. Mas eu deixei um recado muito importante com meus cuidadores e quero que eles compartilhem com todo mundo. Há cinco anos eu fui resgatado pela AAANO. Eu estava perdido, quase fui atropelado por um caminhão. Se não fosse esse menino, eu teria partido em 2015. Mas ele, como bom protetor, me pegou, deu todo o tratamento necessário e tentou uma campanha de adoção pra mim.

Mas foi em vão: uns reclamavam do meu tamanho, outros nem resposta davam. Aí eu fui parar no abrigo. Na época me juntei a outros 450 animais (no dia da minha partida, somavam mais de 600) e fui colocado em um canil de 10m². Meu espaço era limpo todo dia pelo time de voluntários e nunca me faltou comida, nem água. E esse pessoal se esforçava muito para deixar tudo em ordem e também gastar minha energia. Mas, apesar de tudo isso, me faltava o principal: uma família.

Eu e os outros animais do abrigo sempre pensamos: ‘quando vou embora com esses humanos que nos visitam?’. Resposta difícil de encontrar. Eu sei que os voluntários tentaram muito, mas a minha saúde foi enfraquecendo aos poucos. Ao longo de 5 anos eu perdi a noção de quantos remédios tomei. E infelizmente não estou mais aí presente.

Porém os voluntários não desistiram: criaram uma campanha super diferente, digital, online, para que meus ‘cãopanheiros’ (e gatinhos) consigam um lar e tenha um destino diferente do meu. O Voluntário Virtual chegou pra arrasar e estou orgulhoso de ser o símbolo dessa campanha. Espero que apareçam muitas famílias amorosas e que o abandono de animais acabe logo. E que o abrigo continue seu trabalho de resgatar somente animais em situações vulneráveis.

Seja solidário. Lugar de animal não é no canil. Adote! Ah, e aqui de cima eu quero mandar um lambeijo especial pra Jô, que cuida de todos os animais como seus filhos. Eu jamais te esquecerei. E Cadu, valeu por tudo! Abraços do Snow!”

Snow foi um cão resgatado pela AAANO em 2015 e faleceu em maio deste ano. Sua luta se tornou símbolo da campanha Voluntário Virtual da entidade.