in

Jornalistas, apresentadores, atores e agora cantores!

Essa é proposta de “PopStar”, reunir personalidades para mostrar que são capazes de fazer bonito também cantando e quem sabe, encantando o telespectador

Elenco de PopStar.

Muita música deve rolar na tarde deste domingo na tela da Globo, quando estrear “Popstar”, programa idealizado pela própria emissora e que terá o comando de Fernanda Lima, com Tiago Abravanel cobrindo os bastidores.
A fórmula é simples, mas bem interessante! Um time de estrelas terá a chance de brilhar e mostrar seu talento no palco da atração, mas, para muitos deles, de um jeito novo, até então desconhecido do público, ou seja, eles terão que soltar o gogó e cantar bonito para continuar no programa. “As tardes de domingo voltarão a ter muita música, e acredito que teremos uma disputa divertida e emocionante. Ser ‘PopStar’ é mais que cantar. É a união da personalidade e carisma que cada um tem no palco. Acho que temos um time empolgado e divertidíssimo”, define o diretor artístico Creso Eduardo Macedo. “Em pouco tempo que tivemos, já vimos que eles são animadíssimos e acredito que isso irá se refletir para o público durante nosso programa. Vai ser especial ser parte do sonho desses artistas”, comemora Flavio Goldemberg, o diretor geral da atração.
O time que subirá ao palco todo domingo é composto por jornalistas, apresentadores e atores. O jornalista Alex Escobar, os atores André Frateschi, Claudio Lins, Eduardo Sterblitch, Érico Brás, Fabiana Karla, Lúcio Mauro Filho, Marcello Melo Jr, Mariana Rios, Marcella Rica, Murilo Rosa e Thiago Fragoso, além dos apresentadores Sabrina Parlatore e Rafael Cortez foram os escolhidos para esta primeira temporada.
“PopStar” terá uma dinâmica que promete emoção e disputas animadas, com uma pontuação medida em estrelas. A cada semana, os artistas se apresentarão e serão avaliados após cada show por: dez especialistas – convidados especiais que mudarão a cada programa; pela plateia – que votará através de um dispositivo; e pelo público, que poderá votar pelo Gshow. Os votos de todos serão computados e transformados em “estrelas”, que, somadas, resultarão em um ranking eliminatório que será decisivo ao longo da temporada. Até que, na grande final, apenas um deles será escolhido como o novo “PopStar” e levará o prêmio de R$ 250 mil.
Sob a adrenalina do “ao vivo”, e com a empolgação natural que envolve um reality musical, caberá à apresentadora Fernanda Lima comandar esse time de talentos durante os programas. Animada com a nova atração, ela destaca que a diversidade do grupo será um dos pontos altos da competição. “São personalidades e estilos bem distintos, mas a paixão pela música é a mesma, e isso une e coloca todos no mesmo lugar. Acho que vai ser uma mistura boa e espero que a gente se divirta um bocado”, declara.
Apaixonada por música, a apresentadora cresceu com uma família musical. Sua mãe toca diversos instrumentos, de piano a violão, passando por sanfona e gaita de boca. “Adoro música e admiro muito quem tem talento pra música. Minha família é muito musical. Então, minha relação com música é de admiração e recalque, pois nunca consegui aprender nenhum instrumento. Sou realmente muito eclética musicalmente e acho muito lindo o exercício de cantar. É libertador, uma terapia”, analisa.
No “PopStar” os candidatos já são conhecidos, mas muitos estão ali para viver uma segunda paixão que é a música. Para Fernanda, isso trará ainda mais emoção para o programa. “Acho que será divertido e emocionante ver essas pessoas mostrarem um talento que nem todo mundo conhece. Acho corajoso da parte deles se arriscarem a viver uma experiência nova, mostrar uma nova faceta para o público”, conclui.
Se fosse há alguns anos, Silvio Santos teria seu neto concorrendo diretamente com ele na guerra da audiência, afinal, o “Programa Silvio Santos” começava às 11 e só terminava às 22 horas. É que Tiago Abravanel também está no “PopStar”, não como um concorrente, mas sim, como repórter da atração. A missão dele é descobrir o que esse time irá aprontar nos bastidores do reality. Entre ensaios, aulas e workshops, Tiago Abravanel pretende contar todos os segredos e principalmente, toda a bagunça que essa turma deve aprontar nos bastidores. “Foi um convite muito carinhoso, de uma equipe que eu tinha vontade de trabalhar há muito tempo. Sou fã e consumidor voraz desse tipo de programa. Sempre assisti ao ‘The Voice Brasil’, ‘The Voice Kids’ e o ‘Super Star’. Participo, me envolvo, sou público desses formatos e acho demais, mas agora estou ocupando um espaço diferente”, celebra Tiago.
Apaixonado por música e cantor profissional, ele conta estar animado com a possibilidade de trabalhar no outro lado, até então não explorado por ele: “O fato de poder trabalhar com meu lado comunicador, algo que eu gosto muito, e de poder, de certa forma, fazer parte de um programa que tem muito a minha cara, para mim é uma honra. São artistas que gostam de cantar e é isso que faço da minha vida. Quero que as pessoas contem comigo como um amigo para ‘trocar figurinhas’ sobre músicas e experiências no palco. Vim para somar”.
“Popstar” estreia na tarde deste domingo e promete balançar a concorrência. Para conferir o resultado, só assistindo a estreia da nova atração global.

Os participantes do “PopStar”

ALEX ESCOBAR
Apresentador do Globo Esporte. Começou a cantar ainda na adolescência. Aos 16 anos criou a banda de pop rock “Os Américas” com amigos, que durou apenas alguns meses. Tem nos cantores Renato Russo e Martinho da Vila seus maiores ídolos e adora samba.

ANDRÉ FRATESCHI
Ator e cantor. Cresceu ouvindo MPB, com destaque para Chico Buarque, Clube da Esquina e Secos e Molhados. Ficava impressionado com as performances de Ney Matogrosso e, aos oito anos, se encantou por um álbum com um super-herói com um raio no rosto. Era David Bowie, até hoje sua grande referência.  Aos 11 anos, descobriu a Legião Urbana e, depois de participar de um festival, decidiu que queria ser cantor. De 2015 a 2016 assumiu o vocal da turnê em comemoração ao primeiro álbum do grupo, “Legião Urbana”. Hoje é vocalista da banda “Heroes”, em que canta David Bowie e ainda forma uma dupla com a esposa Miranda Kassin, cantando hits do underground.

CLAUDIO LINS
Ator e cantor. Começou a fazer teatro com 11 anos, mas sempre quis cantar. Filho do cantor e compositor Ivan Lins e da atriz e cantora Lucinha Lins, diz não lembrar como começou seu interesse pela música e tem como maiores ídolos, além do pai, os cantores Tom Jobim, Chico Buarque, Edu Lobo, Caetano Veloso, Pat Metheny e Elis Regina.

EDUARDO STERBLITCH

Ator e comediante. Teve seu primeiro contato com a música através da avó, que era professora de canto e costumava cantar para ele. Aos três anos começou a fazer aula de teatro no Laura Alvim, onde aprendeu noções de canto. Durante a infância, era fã da banda Mamonas Assassinas e admirava a irreverência e graça do grupo. Nunca cogitou seguir carreira como cantor, mas sempre estudou música e a utiliza como ferramenta em cena. Entre os seus ídolos estão Martinho da Vila, Vinicius de Moraes, Elis Regina e as bandas Raça Negra e Figueroas (banda alagoana).

ÉRICO BRÁS
Ator. Teve em sua mãe, Dona Valquíria, que é apaixonada por ópera, sua grande influência. Começou no teatro aos oito anos, em Salvador, e foi tomando gosto pela música nas peças em que encenava. Em 2014 se lançou como cantor no show “Orfeu Canta para Vinicius”, estimulado pela esposa Kênia. Gilberto Gil, Djavan e Mano Brown são seus grandes ídolos e diz que gostaria de seguir a carreira de cantor em paralelo à de ator.

FABIANA KARLA
Atriz. Tem contato com a música desde criança. Cresceu ouvindo Alcione, Clara Nunes, Luiz Gonzaga, Caju e Castanha e montou uma banda com mais duas meninas, chamada “Chiclets”. Com 19 anos, participou de uma banda chamada “Pão com Ovo”, que se apresentava pelo Nordeste. Já deu canja com vários amigos do mundo musical, como Ivete Sangalo, Wesley Safadão e a dupla Zezé di Camargo e Luciano. O marido e a filha são seus maiores incentivadores. Tem diversos artistas como ídolos, entre eles Gaby Amarantos, Whitney Houston, Clara Nunes, Luis Miguel, Ricky Martin e Roberto Carlos.

LÚCIO MAURO FILHO
Ator. Os primeiros contatos com a música se deram através da mãe, que tocava clássicos da MPB no violão e do irmão Gil, que o apresentou o rock. Sempre gostou de imitar ícones da música como Michael Jackson, Frank Sinatra e Ney Matogrosso. Assim, foi prendendo a cantar. Começou a levar a música mais a sério com uma banda na escola, “Limite da Razão”, que tinha entre os integrantes Daniel Gonzaga (filho de Gonzaguinha). Tem entre seus ídolos nomes como Miles Davis, Tom Jobim, Jimi Hendrix, Jorge Ben, Caetano, Stevie Wonder, Gil e Novos Baianos. Diz que sempre pensa em seus espetáculos pelo prisma da música.

MARCELLA RICA
Atriz. Teve em seu pai, um analista de sistemas que era um multi-instrumentista, sua principal referência. Foi ele quem a ensinou a tocar piano. Com seis anos, ganhou o primeiro violão e seguiu estudando sozinha. Ainda aprendeu baixo, bateria e percussão.  Estudou música principalmente para participar de musicais, como “Confissões de Adolescente”, “Tudo Por Um Popstar”, “Os Produtores”, entre outros. Em 2011 começou a se arriscar como DJ, que hoje virou uma profissão. Pink, Madonna, Demi Lovato, Beatles e Sandy & Jr são seus maiores ídolos.

MARIANA RIOS
Atriz, cantora e apresentadora. O primeiro contato com a música foi aos seis anos, numa apresentação em sua escola. Com sete anos, participou do primeiro festival, ficando em terceiro lugar. Começou a trabalhar com jingles e, aos oito anos, montou a primeira banda que durou até os 13 anos.  Com 16 anos, se inscreveu para o “FAMA”, mas não passou porque não tinha idade para entrar no programa. Também fez teste para ser vocalista da banda do Faustão. Gosta de compor no piano e já tem 60 músicas de sua autoria. Seus ídolos são Milton Nascimento, Rihanna, Barbara Streisand e Alicia Keys.

MARCELLO MELO JR.
Ator. Seu primeiro contato com a música foi aos sete anos, quando participou de um festival de imitação em Nova Iguaçu. Na mesma idade entrou no grupo teatral “Nós do Morro” e começou a ter contato com professores que davam aulas de técnica vocal. Marcello começou a tocar percussão e está aprendendo tocar violão, mas seu grande desejo é aprender a tocar bateria. Chico Buarque é o seu grande ídolo. Após formar três bandas, se reuniu com seus amigos e criou a banda Melanina Carioca, que existe há seis anos.

MURILO ROSA
Ator. Aos quatro anos, adorava cantar para o pai a música “Eu Quero Apenas”, de Roberto Carlos. Gostava do verso “Eu quero ter um milhão de amigos”. Costuma brincar de karaokê em casa com a mãe, esposa e filhos. Sempre gostou de música e de canto, mas só colocou em prática de forma séria quando fez sua primeira peça, no musical “A Gente Não Tem Cara de Babaca”. Vinte anos depois, foi chamado para fazer o filme “Vazio Coração”, em que interpretou um astro da música pop nacional. Entre seus ídolos estão Bob Dylan, Frank Sinatra e Roberto Carlos. Sua meta como cantor é interpretar com sentimento, como na dramaturgia.

SABRINA PARLATORE
Apresentadora. Sempre quis ser cantora, mas não tinha a coragem necessária para investir no sonho. Recentemente percebeu que tinha que fazer tudo o que ainda não havia feito, e esse sonho veio à tona. Tem entre seus ídolos nomes como Stevie Wonder, Ray Charles, Billie Holliday, Nina Simone, Marisa Monte e Maria Gadú.

RAFAEL CORTEZ
Apresentador. Diz que a música sempre esteve presente em sua vida. Violonista erudito trabalha também como compositor e arranjador de peças para violão solo e músicas populares.  Em 2013, criou o MDB – Música Divertida Brasileira. Um show que mistura música e stand-up, apresentado por Rafael e a banda de pop-rock Pedra Letícia. A maioria dos seus ídolos são os cantores da MPB, como Maria Bethânia, Nara Leão, Elis Regina, Ney Matogrosso, entre outros.

THIAGO FRAGOSO
Ator e cantor. Seu primeiro contato com a música foi ainda muito criança, com um primo que tocava bateria. Com sete anos, começou a fazer aulas de violão. Logo depois entrou para um grupo de coral e permaneceu por dois anos. Devido à influência de seu pai, escutava muita música clássica e MPB. Começou a se dedicar totalmente à música quando formou a banda “Poesia de Gaia”, que durou cinco anos. Stevie Wonder, Coldplay, Beatles, Rolling Stones, Bruno Mars e Radiohead são seus maiores ídolos.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras