in

E vem aí, a nova temporada do “The Voice Brasil”

No total, serão oito audições e 72 novas vozes; 18 para cada time.

Os técnicos do “The Voice Brasil”: Carlinhos Brown. Michel Teló, Ivete Sangalo e Lulu Santos

E vem aí muita música para as noites de terças-feiras de quem segue a Globo. No dia 17 entra no ar mais uma edição do “The Voice Brasil” sendo que um grande show marcou o lançamento da nova temporada do reality comandado por Tiago Leifert e Mariana Rios. A dupla contou com a companhia do time de técnicos composto por Carlinhos Brown, Lulu Santos, Michel Teló e Ivete Sangalo.

Para dar início às apresentações, Tiago Leifert deu as boas-vindas à imprensa e o público presente. Nos intervalos entre um número e outro, destacou as principais novidades da nova temporada: “Entre as principais mudanças está o botão de bloqueio. Qualquer técnico pode bloquear outro que já tenha dado o ‘ok’ para aquele participante da vez. Cada um tem este botão e, como a essa altura ele já foi usado algumas vezes nas gravações, posso dizer que é muito divertido! A brincadeira é boa, até porque a tensão da escolha já passou, a voz já foi escolhida. A surpresa é saber qual dos técnicos não participará da escolha”.

Além do novo botão, que promete divertir e deixar a disputa ainda mais acirrada, o “salvamento instantâneo” vai movimentar os times durante a fase de “Batalhas dos Técnicos”. Por meio de votação no site do programa, o público poderá salvar um dos eliminados nesta fase da competição.

“Botaram esse botão de bloqueio aqui e estou doido pra usar”, riu o cantor Michel Teló, técnico tricampeão. “Não venho aqui para brincar”, divertiu-se ele. “Na verdade, tive alegria de fazer escolhas certeiras e deu certo. Aí depois deu certo de novo e mais uma vez. Nessa temporada a gente vai continuar nessa linha. Quero me divertir”, completou. Carlinhos Brown também curtiu a novidade desta temporada. “Acho que é uma estratégia, porque o bloqueio está muito conectado ao estilo. Você não pode detectar que o cantor que está vindo vai escolher você ou outro time. Mas quando você escuta alguém cantando sertanejo, por exemplo, você sabe que o candidato provavelmente tem vontade de ir pro time do Teló”, detalhou.

Durante todo o show de lançamento, a apresentadora Mariana Rios também bateu um papo com as estrelas da noite e levou perguntas da imprensa presente na plateia ao elenco da atração. A apresentadora também comemorou estar novamente no reality. “Para mim, que amo música, estar em um programa como este é sempre um motivo de felicidade. Amo fazer parte da família The Voice”, disse.

Publicidade
maverick-ar_condicionado

Para relembrar, veja quais são as fases do “The Voice”. A primeira delas são as “Audições às Cegas”. Os candidatos se apresentam e são avaliados apenas pela sua voz. Os técnicos viram suas cadeiras e montam os times: Time Ivete, Time Brown, Time Lulu e Time Teló. Se mais de um técnico virar sua cadeira para o mesmo participante, quem escolhe com quem quer trabalhar é o próprio candidato. No total, serão oito audições e 72 novas vozes, 18 para cada time. A fase conta ainda com uma novidade: o botão de bloqueio. Com ele, os técnicos podem bloquear uns aos outros. Mas existe um detalhe: o técnico só sabe que está impedido de participar da disputa pela voz se virar sua cadeira. Assim, ele pode impedir que o talento escolha ingressar no time do técnico rival.

Em seguida, vem as “Batalhas”;  com as equipes formadas, os técnicos dividem seus times em duplas que se apresentam em duelos, cantando a mesma música. Ao final de cada apresentação, o técnico decide qual dos dois permanece representando o seu time na competição. Ivete, Lulu, Teló e Brown poderão usar ainda o famoso “Peguei” entre os eliminados de cada programa.

A partir da fase “Tira-Teima”, os shows são ao vivo e quatro integrantes de cada time se apresentam por programa. Depois das apresentações, cada técnico salva duas vozes para seguir em frente. O público começa a escolher seu candidato e também pode salvar uma voz.

Na “Batalha dos Técnicos”, com shows ao vivo, em que a disputa deixa de ser entre candidatos do mesmo time e passa a ser entre cantores de times adversários. Um sorteio é feito para descobrir qual técnico começa escolhendo seu opositor. A partir daí, Ivete, Brown, Lulu e Teló escolhem quem de seu time irá duelar com o time adversário. Nesta fase, há ainda o salvamento instantâneo: por meio de votação no site do programa, o público poderá salvar um dos eliminados da disputa.

“Remix”, nesta fase, os técnicos do reality têm uma nova chance de equilibrar seus times. Cada um escolhe uma voz para seguir direto para a próxima fase. Os demais candidatos se apresentam em números solos e Brown, Lulu, Ivete e Teló voltam a usar o famoso botão vermelho para escolher quem vai passar para a próxima fase. Os participantes que tiverem mais de um botão apertado podem decidir em que time desejam ficar. Os times encerram essa fase com 4 vozes cada um.

Os shows ao vivo acontecem em dois programas. No primeiro, as quatro vozes de cada time se apresentam em shows ao vivo e apenas três seguem na competição. No programa seguinte, eles voltam a se apresentar para definir os dois talentos de cada time que seguem para a semifinal.

Na fase semifinal, dois candidatos de cada técnico se apresentam, mas apenas um de cada time segue para a grande final.

Na final, caberá ao público decidir quem será o campeão da sétima edição do “The Voice Brasil”. O vencedor ganha um prêmio de R$ 500 mil e um contrato com a gravadora Universal Music.

O reality estreará na próxima terça-feira, dia 17 de julho, logo depois da novela “Segundo Sol”. E que vença o melhor!