‘XERIFE’ NO PROCON

O advogado José Pereira está de volta ao Procon (Serviço de Proteção ao Consumidor) de Nova Odessa, depois de um período fora por conta das exonerações determinadas pela Justiça. O diretor do órgão foi recebido pelo prefeito Bill em seu gabinete nesta quarta-feira e depois de um bate-papo sobre projetos a serem desenvolvidos na cidade, acabou sendo presenteado pelo chefe do Executivo com uma medalha de “xerife”, assim como é carinhosamente conhecido na cidade pelo trabalho que desenvolve no Procon.

SAÚDE

Na manhã da última terça-feira, dia 20, o prefeito Bill esteve nas obras de reforma do Hospital Municipal de Nova Odessa. Em suas redes sociais, Bill falou sobre os investimentos na pasta da Saúde. “Começamos hoje mais uma etapa da reforma e ampliação do nosso hospital. Agora chegou a vez da maternidade, que será reformada, ampliada e ganhará mais leitos. Já entregamos uma nova sala de espera e uma nova recepção da clínica médica. Estamos também reformando a sala de observação, que também terá novos leitos”, escreveu o prefeito.

PEDIDO DE VISTAS

Ao Jornal de Nova Odessa, o comunista Tiago Lobo preferiu não detalhar as “dúvidas” que o levaram a pedir vistas, na segunda-feira, no projeto de autoria da Comissão de Justiça e Redação que aprova as contas do prefeito Bill referente ao exercício de 2017, contas que foram aprovadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado). E isso o próprio vereador ressaltou ao ser questionado pela reportagem, de que as contas foram aprovadas. Ao que tudo indica, o único objetivo de Lobo foi apenas levantar alguma “fumaça” em cima do parecer do TCE, até porque a Comissão de Justiça e Redação da Câmara também emitiu parecer favorável.

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

O projeto de lei que responsabiliza o agressor de violência doméstica ressarcir o Sistema Único de Saúde (SUS) pelos custos médicos e hospitalares de atendimento à vítima foi aprovado no fim da noite de  terça-feira, dia 20, pelo plenário da Câmara dos Deputados. Nos casos como os de uso do abrigo pelas vítimas e de dispositivos de monitoramento, os custos serão também ressarcidos pelo agressor. O texto prevê ainda que os bens da vítima de violência doméstica não podem ser usados pelo agressor para o pagamento dos custos e nem como atenuante de pena ou comutação, de restrição de liberdade para pecuniária.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

DEFESA

O presidente Jair Bolsonaro defendeu a atuação de um atirador de elite contra o homem armado que manteve passageiros de um ônibus reféns por quase quatro horas na ponte Rio-Niterói, na manhã de terça-feira, dia 20, e afirmou que “não tem que ter pena”. O suspeito foi morto pela polícia pouco depois. Após a ação da polícia, o presidente celebrou em suas redes sociais o fato de nenhum refém ter sido ferido. “Parabéns aos policiais do Rio de Janeiro pela ação bem-sucedida que pôs fim ao sequestro do ônibus na ponte Rio-Niterói nesta manhã. Criminoso neutralizado e nenhum refém ferido. Hoje não chora a família de um inocente”, escreveu.

MANTIDO

Após ter sinalizado um recuo, o presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem, dia 21, que está mantida a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) para o posto de embaixador nos Estados Unidos. Ele disse que o nome do filho será apresentado quando o próprio parlamentar avaliar que é o momento certo e que o papel dele será apenas de “usar a caneta Bic”, ou seja, assinar a indicação. Para ser efetivado, o nome do parlamentar precisa ser apreciado pela Comissão de Relações Exteriores do Senado e aprovado por mais da metade dos votos dos presentes em votação no plenário. “Ele vai ser apresentado ao Senado. Vai ser. Não tem recuo. É o momento certo. E o Eduardo está estudando, está se preparando”, disse. Perguntado quando oficializaria Eduardo, Bolsonaro disse que pode indicar o filho em setembro, após o Dia da Independência, mas reafirmou que a decisão é dele.