SAÚDE

E as obras na área da Saúde não param. Em seu Facebook, Bill falou sobre o andamento delas. “A construção da nossa sétima UBS, que fica no jardim Nossa Senhora de Fátima, está avançando a cada dia. Também estamos reformando as UBS’s do jardim São Jorge e do São Manoel, pra garantir mais conforto e um melhor atendimento pra quem utiliza a rede pública de saúde. São obras importantes na Saúde, uma secretaria que a gente investe o dobro do que exige a legislação”, escreveu Bill.

CRÍTICAS

Em discurso na cidade de Parnaíba (PI), onde visita para inaugurar uma escola que leva o seu nome, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a fazer críticas ao PT e falou em “varrer” a oposição nas próximas eleições. “Nas próximas eleições, vamos varrer essa turma vermelha no Brasil. Já que a Venezuela está boa, vamos mandar essa cambada para lá. Quem quiser ir um pouquinho mais para o Norte, vai até Cuba.” Também para atacar a oposição, o presidente voltou a usar de suas referências escatológicas. “Vamos acabar com o cocô no Brasil”, disse, ao falar dos “corruptos” e “comunistas”.

EXPULSO

“O deputado federal Alexandre Frota (SP) foi expulso do partido PSL na manhã da última terça-feira, dia 22. Ele era filiado à sigla desde março de 2018. A decisão foi tomada pela Executiva do partido. Frota foi acusado de infidelidade partidária por ter criticado publicamente o presidente Jair Bolsonaro e por não ter votado no segundo turno da reforma da Previdência – legislação da qual, curiosamente, ele foi um dos maiores defensores, tornando-se fiel escudeiro do ministro da Economia, Paulo Guedes.”

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

JUSTIFICATIVA

A iniciativa foi do presidente do partido, Luciano Bivar. “A defesa dele é que estava agindo de acordo com a Constituição, com o direito de expressar os pensamentos dele. Mas esquece ele que faz parte de uma instituição, um partido político, e que tem no mínimo que respeitar a hierarquia do partido e o sentimento de unicidade que todo partido procura ter”, declarou Bivar. A decisão também teria levado em conta a abstenção do ex-ator no segundo turno da reforma da Previdência.

AGRADECIMENTO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na terça-feira, dia 13, para agradecer a atuação do deputado na semana passada. Maia e parlamentares de partidos de centro e centro-direita atuaram para que o STF (Supremo Tribunal Federal) derrubasse a decisão da juíza federal Carolina Lebbos que autorizou a transferência do petista de Curitiba para uma unidade prisional em São Paulo. Por 10 votos a 1, o plenário do STF vetou a ida do petista para o seu estado de origem. “Manifesto que assisti a uma oportuna e inequívoca demonstração de defesa das garantias individuais e do Estado democrático de Direito”, escreveu Lula. A mensagem foi entregue a Maia pela bancada do PT na Câmara.