in

Produtiva

PRODUTIVA
A audiência pública da Saúde realizada ontem na Câmara foi, sem dúvida, uma das mais esclarecedoras dos últimos tempos. Com riqueza de detalhes, o secretário interino Vanderlei Cocato, ficou das 9h até mais de meio dia esclarecendo dúvidas dos vereadores. Muito produtiva e esclarecedora, a ponto do interino ser elogiado até mesmo por quem costumeiramente só sabe jogar pedras.

ROUBOU A CENA
O vereador Avelino Xavier Alves, o Poneis (PSDB), roubou a cena durante a audiência. Enquanto informações e números da Saúde do município eram discutidos, o parlamentar quase levou um tombo, chamando a atenção de todos. As rodinhas da cadeira do vereador travaram e ele só não foi ao chão porque foi muito ligeiro. Poneis está bom em seus reflexos. Já a cadeira, saiu rolando no chão.

ATRASADOS
Todos os nove vereadores participaram da audiência, mas dois chegaram bem atrasados. Vagner Barilon e Carol Moura. Barilon, segundo a assessoria da Câmara, teria ficado preso após um carro ter estacionado na frente da sua garagem, sem conseguir sair. Já Carol Moura, que convocou via rede social os munícipes para participarem, chegou meia hora atrasada e não deu satisfação alguma.

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

ALVO DE DISCÓRDIA
O vereador Cláudio Leitinho (PV) parece ter escalado seu novo alvo de discórdia: Elvis Pelé Garcia. Na legislatura passada ele muito provocava o suplente em exercício José Pereira e, na ausência deste, Vagner Barilon. Ontem, durante a audiência, partiu pra cima de Pelé ao atribuir a ele a pecha de novato. Pelé, equilibrado e inteligente, respondeu na hora certa que o voto de ambos têm o mesmo peso e que educação e respeito ao próximo devem ser usados a todo momento e em qualquer lugar.

EXEMPLO
Carol Moura, mesmo chegando atrasada, finalizou sua participação na audiência de forma bastante positiva. Perguntou a cada um dos representantes da Secretaria de Saúde como poderia ajudar. Anotou todos os pedidos. Quem sabe Leitinho não se espelha na colega e, ao invés de ficar causando, busque, de fato, algo que possa contribuir para melhorar a Saúde.

MEDICAMENTOS
Em um dos seus sete requerimentos protocolados nestes primeiros dias de 2017, o vereador Antonio Alves Teixeira, o professor Antonio (PT), solicita informações do Executivo sobre a aplicabilidade da Lei n. 2.807/2014. A propositura trata-se do Programa de Distribuição Domiciliar de Medicamentos aos Pacientes com Dificuldade ou Impossibilidade de Locomoção.