MEIO AMBIENTE

No dia mundial do Meio Ambiente, comemorado ontem, dia 5, o prefeito Bill lembrou todas as ações desenvolvidas por Nova Odessa que a tornaram o “Paraíso do Verde”. “Hoje é o Dia Mundial do Meio Ambiente. E nós fazemos a lição de casa aqui em Nova Odessa. Não somos o Paraíso do Verde à toa. Nosso trabalho de recuperação da mata ciliar e o nosso cuidado com as nossas represas fazem com que a gente ganhe cada vez mais destaque na região. Gravei esse vídeo não só como prefeito de Nova Odessa que estou, mas também como presidente do Consórcio PCJ, pra deixar uma mensagem pra todos vocês”, escreveu Bill.

ELEIÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que tipifica o crime de denunciação caluniosa com finalidade eleitoral. A nova lei, que altera o Código Eleitoral, foi publicada no “Diário Oficial da União” ontem, dia 5. A lei prevê pena de prisão de dois a oito anos, além de multa, para quem acusar falsamente um candidato a cargo político com o objetivo de afetar a sua candidatura. De acordo com o texto que entrou em vigor nesta quarta, a pena aumenta se o caluniador agir no anonimato ou com nome falso.

EX-PRESIDENTE

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

Em parecer enviado ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), o MPF (Ministério Público Federal) diz que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) já pode ir para o regime semiaberto. O órgão também se posicionou favoravelmente à redução da multa de R$ 16 milhões para R$ 2,4 milhões, definida em abril, no processo do tríplex de Guarujá (SP). O documento é assinado pela subprocuradora-geral da República Áurea Lustosa Pierre e não significa acesso imediato ao regime semiaberto. Trata-se de uma avaliação do MPF, que será julgada pelo STJ, sem data definida.

SEM APOIO

O presidente Jair Bolsonaro reconheceu, em entrevista exibida na noite de terça-feira, dia 4, que o governo ainda não conta com os 308 votos necessários na Câmara dos Deputados para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência, e disse que a bola agora está no campo do Congresso. “A Câmara está cumprindo os prazos regimentais, mas a gente sabe que tem ruídos, que por enquanto eu acho que nós ainda não temos os 308 votos ainda necessários”, disse Bolsonaro.