MAIS UMA?

A Câmara corre o risco, caso derrube na segunda-feira o veto do prefeito Bill ao projeto do vereador Leitinho que concede desconto de 100% no IPTU para clínicas veterinárias que prestem atendimento a animais abandonados, de sofrer mais uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade), já que está explicita a renúncia de receita para a Administração sem um estudo de impacto financeiro. Será que o Legislativo vai cometer o mesmo erro pela quarta vez? Ainda estão bem recentes as decisões do Tribunal de Justiça, que concedeu liminar em favor da prefeitura depois que os vereadores aprovaram a redução no salário dos secretários; sobre publicações no site da prefeitura e entrega de novas obras sem o AVCB. Será que o raio vai cair no mesmo lugar pela quarta vez?

DIFÍCIL ENTENDER

Tá difícil entender a postura da vereadora Carla Lucena, que apresentou uma moção de congratulações ao deputado estadual Cauê Macris, que ocupou por cinco dias o posto de governador em exercício e esteve em Nova Odessa na segunda-feira anunciando a liberação de recursos. O detalhe é que Carla não esteve no evento realizado na prefeitura. Vira e mexe, ela flerta com outros partidos e ameaça deixar o PSDB, mesmo sendo – até pouco tempo atrás – um forte nome para sair candidata a prefeita com o apoio do governo Bill, uma vez que tinha a simpatia dos servidores e credibilidade dentro do grupo que a fez presidente da Câmara.

2020 VEM AÍ

Publicidade
AllGo Locação de Impressoras

As eleições vão se aproximando e o cenário vai se desenhando. O vereador Tiago Lobo e o médico Dr. Nivaldo, ao que tudo indica, estão bem próximos. Tanto que Tiago Lobo encaminhou à prefeitura um “documento” assinado por alguns usuários da UBS do Jardim São Francisco supostamente contrários à saída do médico, que foi demitido por acumular cargos acima do que permite a lei. Foi essa a conclusão do PAD (Processo Administrativo Disciplinar) aberto pela prefeitura e comandado por servidores de carreira. Tiago, ao invés de encaminhar o documento à prefeitura, poderia ter perdido alguns minutinhos e procurado entender que a questão de Nivaldo é totalmente jurídica, já que o acúmulo é ilegal. E ainda quer ser prefeito?

NOVOS CAPÍTULOS…

São fortes os comentários no meio político de que o Ministério Público de Nova Odessa vai receber, já nos próximos dias, uma representação pedindo que o caso da conversa entre o vereador Antonio Alves Teixeira e seu ex-assessor, sobre um emprego em Sumaré, seja investigado. É esperar pra ver.

RECURSOS

O vereador Tiãozinho (MDB), esteve quinta-feira no gabinete do deputado estadual Márcio Nakashima (PDT) na Assembleia Legislativa do Estado, protocolando dois ofícios. São pedidos de destinação de recursos financeiros para a aquisição de uma ambulância ao HM e um trator para o Cemitério Municipal.