in

EXONERA 1

Publicidade
detran-jno

O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB) publicou no último dia 23, no Diário Oficial de Nova Odessa, a exoneração de todos os secretários e secretários-adjunto, além de vários diretores e alguns assessores. É o procedimento normal dentre os servidores comissionados (de confiança), tendo em vista o término de uma gestão e a proximidade do início do governo de Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD).

EXONERA 2

Do mesmo modo, a Câmara Municipal publicou em seu Diário Oficial no dia 22 de dezembro a exoneração dos assessores legislativos cujos vereadores não se reelegeram em 15 de novembro ou, como no caso de Leitinho, foi eleito para o Poder Executivo. Em ambas as situações, é a transição normal entre os ocupantes de mandatos nos cargos eletivos – prefeito e vereadores – e seus respectivos assessores de confiança.

PRESIDENTE 1

Apesar das festividades de fim de ano, os bastidores políticos de Nova Odessa estão quentes devido à proximidade da escolha da próxima Mesa Diretora da Câmara, que inclui os cargos de presidente e de 1º e 2º secretários. Logo após a cerimônia de posse, a partir das 10 horas no saguão da Prefeitura, os vereadores eleitos descem para o Legislativo e realizam sessão especial para definir o biênio 2021/22.

PRESIDENTE 2

A disputa promete ser acirrada entre os membros da bancada do PSDB, composta pelos vereadores Elvis Ricardo Garcia (Pelé), Sebastião Gomes dos Santos (Tiãozinho) e Wagner Morais. A coligação encabeçada pela legenda tucana fez seis dos nove eleitos e deve definir o próximo presidente. É esperar pra ver, porque como se diz nos meios políticos: tem gente que dorme presidente e acorda como vereador normal.

FÉRIAS 1

A Prefeitura de Nova Odessa publicou também no Diário Oficial uma portaria que suspende o gozo de férias de 13 servidores de carreira a partir de janeiro de 2021. O ato leva em consideração o “cenário de pandemia do novo coronavírus (Covid-19)” e a “necessidade de planejamento, preparação e capacitação dos servidores para a campanha de vacinação que será realizada nas UBSs”.

FÉRIAS 2

A determinação do Poder Executivo considera ainda a “possibilidade de aumento repentino na demanda e procura por atendimento e vacina”. A medida tem em vista a proximidade do período em que, após confirmação de uma ou mais vacinas contra a Covid-19, será necessário mobilizar a Rede Municipal de Saúde, por meio de servidores da Atenção Básica e da Diretoria de Vigilância em Saúde, para aplicar o imunizante na população.